Rádios On-line
7928
PERTURBAÇÃO

Moradora denuncia posto de combustíveis por aceitar clientes em carros com som alto

Veículos estariam em pátio do estabelecimento comercial, reproduzindo músicas durante as madrugadas

5 DEZ 2017 - 09h:08Por André Barbosa

Uma moradora de 21 anos deve acionar criminalmente um posto de revenda de combustíveis que fica na avenida Olinto Mancini, entre os bairros Centro e Vila Angélica em Três Lagoas. A mulher afirmou em ocorrência policial registrada à meia-noite de ontem (4), não aguentar mais reclamar com a direção do estabelecimento comercial, sobre a permanência de carros com equipamentos de som em volume alto, no pátio do local, durante as madrugadas.

O caso é tratado como perturbação de sossego e está em investigação pela 2ª Delegacia de Polícia. 

Segundo a jovem, a primeira ocorrência foi registrada há cerca de dois meses, na 2º DP. Entretanto, o problema persistiu, mesmo depois de um acordo com a gerência do estabelecimento, durante uma audiência de conciliação no Juizado Especial Cívil.

Na ocasião, ficou acordado entre ela e a gerência do posto, de que toda vez que qualquer veículo parasse no local e ligasse o som em volume inadequado, perturbando o sossego, ela poderia ligar para o estabelecimento e assim o problema seria sanado imediatamente.

Mas, segundo o registro policial, não foi o que aconteceu. No último final de semana, carros permaneceram no local até os términos das madrugadas e, novamente com som alto, causando transtornos à vizinhança. A jovem disse aos policiais que ainda reclamou e que a gerente do posto não atendeu à solicitação, descumprindo assim a transação realizada anteriormente.

A vítima informou que vai representar criminalmente contra o estabelecimento, já que, segundo ela, a permanência dos carros com som alto no local se dá em razão da loja de conveniência de bebidas.

 

Multas

Um tipo de autuação que vem ganhando destaque em Três Lagoas é a multa por som alto dentro de automóveis. Em um balanço da Polícia Militar, entre os meses de janeiro e setembro deste ano, 22 proprietários de veículos foram autuados, após denúncias e flagrantes de  poluição sonora. A infração é considerada grave, com cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), e penalidade de R$ 195,23, além da retenção do carro.

Durante as abordagens, dois veículos foram apreendidos pelos policiais. Nesses casos, como determina o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a equipe vai até o local com um equipamento que realiza a medição do volume em decibéis, chamado decibilímetro.

Deixe seu Comentário

JORNAL DO POVO

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
7300