Rádios On-line
DATERRA QUER ALUGAR MOBILE
AINDA NÃO!

Jurídico aguarda notificação do STJ sobre depósito da Eldorado

Dinheiro está em conta do Imasul desde 2011, bloqueado em disputa judicial

29 JAN 2020 - 07h:18Por Valdecir Cremon

A área jurídica da Prefeitura de Três Lagoas aguarda notificação do Ministério Público Estadual sobre decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) em ação que pede a destinação exclusiva de R$ 24,5 milhões depositados pela empresa Eldorado Brasil, em 2011, por conta de impactos ambientais. O recurso estava bloqueado em uma disputa judicial do MPE e o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul).

O Ministério Público questionou a utilização de parte de depósitos de mitigação fora de Três Lagoas, como em Camnpo Grande, Taquari e Sonora, pelo Imasul, entre 2011 e 2014, cobrando o uso do dinheiro em projetos ambientais na cidade onde empresas como a Eldorado foram instaladas. 

O julgamento do caso pelo STJ ocorreu após recursos do Imasul, que perdeu a causa em primeira instância e também no Tribunal de Justiça do Estado. O STJ determinou a aplicação do dinheiro em Três Lagoas no prazo de um ano, especiaficamente em projetos ambientais. Um deles é a instalação do Parque Natural do Pombo, em uma área adquirida pelo município em 2010.

O procurador-jurídico da prefeitura, Luís Henrique Gusmão, disse que a notificação da sentença deve partir do MP, autor da ação. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13