Definir Três Lagoas como sua cidade padrão?

Sim Não
Rádios On-line
8513
Preve Objetivo
TRêS LAGOAS

Justiça intima vereador para apresentar defesa sobre pedido de cassação

Renée Venâncio alega ser vítima de perseguição por parte do prefeito Ângelo Guerreiro

19 ABR 2017 - 12h:47Por Ana Cristina Santos

O vereador Renée Venâncio (PSDB) usou a tribuna da Câmara de Três Lagoas nesta terça-feira (18) para dizer que recebeu uma notificação da Justiça Eleitoral para apresentar defesa em relação a uma ação movida contra ele pela coligação que apoiava o candidato a prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro (PSDB), que pede a cassação do seu mandato.

Renée alega ser vítima de perseguição por parte do prefeito. De acordo com o parlamentar, os representantes de Guerreiro ingressaram com a ação na Justiça pelo fato dele ter postado nas redes sociais fotos com o uniforme da Polícia Federal, instituição que representa. “Ele alega que essas fotos acabaram me fortalecendo na eleição, fazendo com que as pessoas votassem em mim por estar vestido de policial federal. Essas são as alegações dos representantes deles”, disse o vereador.

O advogado do parlamentar, Mário Esquerdo Junior, explicou que essa ação foi movida no ano passado, durante a campanha eleitoral, pedindo a cassação do registro da candidatura de Renée sob a alegação de que ele teria utilizado o brasão da polícia para se promover. O juiz eleitoral, Márcio Rogério Alves, indeferiu o pedido apresentado pela coligação que apoiava a candidatura de Guerreiro. Em fevereiro deste ano, segundo Mário, a defesa do prefeito recorreu da decisão, que pede a cassação do mandato.  

“Não sou eu que promove perseguição contra ele, é o contrário. Ele está perseguindo uma pessoa honesta, que o ajudou muito, inclusive a transformar Ângelo Guerreiro na pessoa que ele era antes de ser eleito deputado”, declarou o vereador, ressaltando que, apresentará sua defesa dentro do prazo legal, comprovando que não há nada de errado.

GUERREIRO

Em nota, o prefeito Ângelo Guerreiro disse que essa situação se trata-se de um processo iniciado durante a campanha das eleições municipais de 2016, quando o candidato a vereador Renée Venâncio usou o seu perfil no Facebook para ofender e caluniá-lo.

Ainda em nota, a defesa de Guerreiro alega que Renée utilizou o distintivo e falou da instituição Polícia Federal para intimidar Guerreiro. “Sem contar que, nenhum candidato, conforme lei eleitoral, pode "utilizar" seu cargo público para fazer campanha. Esses foram os motivos do processo, iniciado naquela época. Ou seja, não trata-se de um novo processo, é o andamento daquele iniciado no ano passado. Inclusive, já tiveram algumas audiências no Fórum e o Renée não compareceu em nenhuma”, diz a nota encaminhada pela defesa do prefeito.

 

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6864