Rádios On-line
UFN 3

Justiça mantém bloqueio de bens de ex-diretor da Petrobras

Guilherme Estrella e outros ex-dirigentes da estatal são acusados de irregularidades no contrato de obras da UFN 3, em Três Lagoas

11 JAN 2018 - 15h:12Por Sergio Colacino

O bloqueio de bens do ex-diretor de Exploração e Produção da Petrobrás, Guilherme Estrella, foi mantido pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região. Estrella é alvo de uma ação de improbidade administrativa que tramita na Justiça Federal de Mato Grosso do Sul, acusado de irregularidades no contrato da obra de construção da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN 3), em Três Lagoas. As informações são do portal da revista "Época".

Além do ex-diretor, os ex-presidentes da estatal Graça Foster e Sérgio Gabrielli, outros ex-dirigentes da companhia e empresas prestadoras de serviço também foram denunciados. No total, o bloqueio de bens é de R$ 155 milhões.

O recurso, analisado pelo desembargador Antonio Cedenho, foi apresentado apenas por Estrella.

Deixe seu Comentário