Rádios On-line
TRêS LAGOAS

Justiça quer regularização de exames de mamografias

O prazo para regularização do atendimento venceu dia 30 de novembro

1 DEZ 2018 - 06h:59Por Ana Cristina Santos

A demanda reprimida para a realização de exames de mamografia, através do Sistema Único de Saúde (SUS), em Três Lagoas, motivou a Defensoria Pública a ingressar com uma ação civil pública com pedido de liminar na Justiça para que a prefeitura e o Estado providenciem atendimento a pacientes que estão na fila de espera.

A juíza Aline Beatriz de Oliveira Lacerda acatou pedido e determinou, em agosto deste ano, que o município regularize esse serviço e atenda pacientes dentro de um prazo razoável, que seria de, no máximo, 30 dias. O prazo para regularização do atendimento venceu dia 30 de novembro. 

Em agosto deste ano, a prefeitura confirmou à reportagem que havia 2.082 mulheres em uma fila aguardando a realização de exames de mamografia.  Agora, não informou se conseguiu reduzir a fila nem que providência pode ter sido adotada.

A juíza determinou que o município criasse mecanismos, como mutirões ou outros projetos, para providenciar a realização, no prazo de, 90 dias de, pelo menos 2.196 exames, com laudos, organizando protocolos para que, depois disso, a espera pelo exame não excedesse a mais que 30 dias. 

No caso de não realização dos exames, a multa diária fixada foi de R$ 500,00 para cada exame faltante. 

 

Deixe seu Comentário