Rádios On-line
8162
Prefeitura 102 Anos
UFN 3

Lava jato deixa mais de R$ 90 bilhões em obras paradas

Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Petrobras está na lista das grandes obras paralisadas

19 JUN 2017 - 10h:08Por Ana Cristina Santos

A Operação Lava Jato deixou um rastro de mais de R$ 90 bilhões em obras paradas de Norte a Sul do Brasil, sem previsão de retomada. Segundo reportagem do Jornal Estadão, publicada na edição deste domingo (18), a lista inclui grandes empreendimentos que, se estivessem em operação, trariam inúmeros benefícios para a população brasileira.

Há também instalações industriais de grande relevância para a economia nacional, como os investimentos da Petrobrás. É o caso da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN3), em Três Lagoas, cuja obra foi paralisada em dezembro de 2014. Com 81% das obras concluídas e R$ 3,2 bilhões investidos, a fábrica segue sem previsão de retomada.

Levantamento feito pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) e pelo Estad, considerando apenas os grandes projetos, mostram que as obras foram paralisados por suspeitas de sobrepreço, outros por divergências em relação ao valor das obras e também por falta de financiamento ou recursos próprios para tocar a construção. Todos os empreendimentos têm em comum o fato de estarem sendo construídos por empreiteiras envolvidas no maior escândalo de corrupção do País e que hoje estão com graves problemas financeiros, sem caixa e sem crédito no mercado.


UFN 3

No início do mês, a  Justiça Federal de Três Lagoas revogou a decisão que proibia a Petrobras de negociar ou vender a Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN3), em construção no município. Em abril deste ano, o juiz federal Roberto Polini, determinou, provisoriamente, a suspensão da venda ou qualquer negociação da fábrica. A decisão foi embasada em uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal (MPF), que pede a suspensão da venda e a retomada da obra pela Petrobras.

A estatal, porém, apresentou recurso a liminar, e o juiz da 1º Vara Federal de Três Lagoas, revogou a decisão e suspendeu até 11 de setembro deste ano a ação civil pública do MPF.

A Petrobras já declarou que não têm previsão para as obras serem retomadas. Além disso, a companhia reiterou que pretende sair integralmente da produção de fertilizantes. A diretoria já deixou claro por diversas vezes que, em função das mudanças que vem promovendo na empresa desde o ano passado, prefere concentrar esforços no ramo de combustíveis.

A Petrobras, inclusive, negocia a venda da fábrica com a Sichuan Mifeng Chemical Industry Co- empresa chinesa. A Sinopec Petroleum, da China, que integrava o Consórcio UFN 3, com a Galvão Engenharia, também está negociando com a Petrobras.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6529