Rádios On-line
€MOVIMENTO FEITO NO MS€

‘Legislativo tem papel importante na industrialização da cidade’, destaca vereador

No mês da indústria, Grupo RCN de Comunicação mostra a força deste setor em MS

12 MAI 2021 - 14h:15Por Ana Cristina Santos

Três Lagoas é a Capital Nacional da Celulose. O título não é em vão, afinal, as maiores indústrias de celulose estão instaladas no município. Além disso, Três Lagoas tem 34 indústrias de médio e grande porte instaladas no Distrito Industrial, além de inúmeras empresas de pequeno porte.

Três Lagoas é considerada uma das cidades mais industrializadas de Mato Grosso do Sul. O município lidera o ranking das cidades que mais exportam no Estado.

Mas, para que Três Lagoas se tornasse um polo industrial, foi necessário o apoio do poder público, tanto do Executivo, oferecendo os incentivos para a instalação das indústrias, quanto do Legislativo na aprovação dos projetos autorizando a prefeitura a conceder os benefícios.

O vereador Antônio Empeke Júnior, o Tonhão (MDB), que já foi secretário de Desenvolvimento Econômico, destacou que todo o desenvolvimento da cidade teve o envolvimento da Câmara de Vereadores. “ Nenhum indústria que solicitou os incentivos não se instala se não tiver o aval dos vereadores”, destacou o vereador em entrevista ao Jornal RCN Notícias das TVC e Cultura FM.

Nesta semana, o Grupo RCN de Comunicação lançou a campanha “Movimento Feito no MS!”, que visa divulgar e mostrar a força da indústria em Mato Grosso do Sul. A ação é em comemoração ao Dia da Indústria, celebrado em 25 de maio.

Neste mês, uma série de entrevistas e reportagens especiais estão sendo divulgadas nos veículos de comunicação do Grupo RCN, em Três Lagoas, Campo Grande, Paranaíba e Aparecida do Taboado.

A campanha “Movimento Feito no MS é uma iniciativa do Grupo RCN de Comunicação e tem o apoio da Eldorado Brasil, Sitrel, do Governo do Estado, do Sistema FIEMS, da Prefeitura de Três Lagoas, da Irmãos D’ Agosto Perfilados Metálicos, da Aluam Indústria e Comércio de Metais, Latasa Reciclagem, da Associação Empresarial de Paranaíba, da Paper Excellence, e do Sindicato dos Fiscais Tributários de Mato Grosso do Sul (Sindifiscal/MS).

Veja entrevista com o Vereador Antônio Empeke Júnior 

Deixe seu Comentário