Rádios On-line
8992
ZOONOSE

Leishmaniose: do cão para o homem

Número de casos de leishmaniose visceral em humanos já quase empata com 2018

15 SET 2019 - 07h:00Por Tatiane Simon

A Leishmaniose Visceral é transmitida por meio da picada do inseto conhecido popularmente como mosquito palha. A contaminação ocorre quando fêmeas infectadas picam cães ou outros animais doentes e, depois, transmitem o protozoário Leishmania chagasi, causador da enfermidade ao homem. Veja tabela ao lado.

“Mas, nem sempre os cães são os verdadeiros ‘vilões’ nessa história. Não ter cachorro em casa não garante proteção da doença. Manter o quintal limpo, sem folhas, frutos caídos no chão e, principalmente, não criar galinhas em casa são medidas essenciais no combate. Telas de proteção nas janelas também auxiliam”, explica o coordenador do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Três Lagoas, Everton Otoni.

Em Três Lagoas, há seis casos confirmados de janeiro até o momento e uma bebê morreu em março. O caso mais recente é o de uma mulher de 76 anos, moradora no bairro Jardim Planalto. Ela ainda está internada no Hospital Auxiliadora, em tratamento. No ano passado houve sete casos positivos na cidade.

O Departamento Municipal de Vigilância Epidemiológica está em alerta e, desde o mês passado, realiza ações do bloqueio do inseto para combate e prevenção à doença nos bairros onde os pacientes residem.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13