Rádios On-line

Luiz Akira representa prefeita na abertura da 4ª Conferência Municipal

Conferência iniciou na manhã desta sexta-feira e segue com programação até às 17h30, no Souvenir Buffet, aberta a toda população

24 MAI 2013 - 14h:05Por Redação

 Conferência iniciou na manhã desta sexta-feira e segue com programação até às 17h30, no Souvenir Buffet, aberta a toda população

4ª Conferência Municipal
O vice-prefeito Luiz Akira (DEM), representou a prefeita Marcia Moura (PMDB) no ato de abertura da 4ª Conferência Municipal da Cidade de Três Lagoas na manhã desta sexta-feira (24), no Souvenir Buffet, no Centro. A Conferência é promovida pela Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com a Secretaria de Planejamento e Gestão.
 
Pela manhã, a partir das 7h, autoridades e participantes firmaram inscrição e credenciamento, logo depois os participantes prestigiaram a apresentação do coral “Vozes do Brasil”, com alunos do projeto AABB Comunidade, em seguida a 4ª Conferência foi declarada oficialmente aberta pelo diretor do Departamento de Turismo, Otony Ávila Ornellas. 

Na ocasião o diretor apresentou o regimento aprovado pela Comissão Preparatória, explicou os procedimentos prévios realizados, que obedecem a metodologias da Comissão Preparatória Estadual, que lidera os municípios para a realização desta conferência e pontuou o objetivo da ação.

"Temos que fazer valer nossa condição de habitante, vamos pensar em cidade, em um lugar melhor para todos”, destacou Ornellas.

TEMA
 
O tema abordado será “Quem muda a cidade somos nós: Reforma Urbana já”, e terá como lema, a “Implementação dos planos diretores, fortalecimento do desenvolvimento urbano e regional”.

A temática divide-se em quatro eixos, sendo, Participação e Controle Social no Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano; Fundo Nacional de Desenvolvimento Urbano – FNDU; Instrumentos e políticas de integração intersetorial e territorial e Políticas de Incentivo à Implantação de Instrumentos de Promoção de Função Social da Propriedade.

O objetivo da Conferência é propor interlocução entre autoridades e gestores públicos dos três entes federados com os diversos segmentos da sociedade sobre assuntos relacionados à política Municipal, Estadual e Nacional de Desenvolvimento Urbano.

Luiz Akira em seu pronunciamento falou dos benefícios que a conferência objetiva.

“Daqui sairão propostas que vão nortear nossa população quanto à reforma urbana da cidade beneficiando a todos e promovendo a verdadeira justiça social”, enfatizou.

PALESTRA

A frente da palestra está à diretora Edymar Cintra e o coordenador Abílio César da Silva Borges, do Movimento Nacional de Luta pela Moradia.

AUTORIDADES

Prestigiaram a solenidade de abertura, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Luciano Dutra; o secretário de Meio Ambiente, Agronegócio, Ciência e Tecnologia, Milton Gomes da Silveira; secretária de Administração, Janaína Lunardi; secretária de Assistência Social, Maria Lúcia Firmino; o secretário de Esporte, Juventude e Lazer, Paulo da Paz; assessora Chefe do Procon de Três Lagoas, Lilian Campos; secretário de Educação e Cultura Mário Grespan; o assessor da Câmara Municipal, Paulo Molina, que no ato representou o presidente da Casa de Leis, vereador Jorginho do Gás (PSDB); o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar de Três Lagoas, major Wilson Sérgio Monari; assessores e diretores Municipais, representantes do Movimento Nacional de Luta pela Moradia e demais representantes da população.

PROGRAMAÇÃO

Inscrições e Credenciamento (das 7h às 8h); Cerimônia de Abertura (8h – 8h30);  Palestra alusiva à temática da Conferência (8h30 – 9h); Intervalo para café; Aprovação do Regulamento do Conselho da Cidade (9h15 – 10h); Apresentação dos Temas da Conferência (10h – 10h15); Trabalho dos Grupos Temáticos para formulação de propostas (10h15 às 12h); Intervalo para almoço; Sistematização das Propostas (13h30 – 14h30); Plenária de apresentação e discussão das propostas (14h30 – 16h30); Eleição de Delegados e Membros do Conselho; Recebimento, análise das moções e eleição dos Delegados para a conferência Estadual das Cidades (16h30 – 17h); Encaminhamentos finais, encerramento e entrega de certificados aos participantes (17h – 17h30).

PROCEDIMENTOS

Em cada município a Conferência reúne todas as informações que visam assegurar qualidade de vida e sustentabilidade à população. Consequentemente as informações são levadas até a Conferência Estadual das Cidades, que segue para a 5ª edição. Desta forma, todos os pontos discutidos chegam à Conferência Nacional das Cidades com o objetivo de adotar estruturas normativas e representativas com a participação da sociedade.

“Queremos ouvir a população em termos de propostas para que todos tenham uma cidade melhor”, diz o diretor Ornellas.

Após a formulação, as propostas serão direcionadas à plenária final. “Serão no máximo 30 propostas apresentadas, levadas e defendidas na 5ª Conferência Estadual das Cidades por 29 delegados (representantes) da comissão preparatória da conferência”, explica Otoni.

O diretor reforça também que a escolha dos representantes e respectivos segmentos do Município “seguem metodologias da Comissão Preparatória Estadual, que lidera os municípios para a realização desta conferência”, diz.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13