Rádios On-line

Mais de mil condutores foram multados no primeiro bimestre

Não habilitados continuam liderando ranking de infrações. São quase três por dia, só neste ano

6 MAR 2013 - 08h:43Por Arthur Freire/JP

Em dois meses, 1.201 condutores foram multados pela Polícia Militar de Três Lagoas. O volume de autuações, que corresponde a quase 20 multas aplicadas diariamente, é resultado das blitzes que acontecem quase que diariamente no município e mostram aumento em comparação ao mesmo período do ano passado. No primeiro bimestre de 2012, foram 1118 multas, 83 a menos. 

Segundo dados do Pelotão de Trânsito, do 2º Batalhão da PM, os condutores não habilitados continuam liderando o ranking de infrações registradas na cidade. Em dois meses, foram 187 casos registrados em Três Lagoas. O número corresponde a quase três autuações por dia. 

Em segundo lugar, está a falta do cinto de segurança, com 161 autuações, e falar ao celular enquanto dirige, com 162. “As blitzes de trânsito acontecem todos os dias. Em alguns casos, em dois pontos no mesmo dia. O nosso principal foco ainda é o condutor não habilitado”, concluiu o major Élcio de Almeida, subcomandante do 2º BPM.

O índice de autuações de condutores sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) diminuiu em comparação ao ano passado, quando a cidade chegou a registrar a média de até quatro multas desse tipo por dia. Entretanto, a PM deve manter o mesmo foco. “O fato de ter se reduzido o número de autuações neste começo de ano, em comparação com o mesmo período do ano passado, não quer dizer que o número de condutores que circulam na cidade diminuiu. Hoje, a pessoa não quer mais andar de bicicleta. Ela quer uma motocicleta e se aventura a conduzir um veículo sem estar devidamente habilitado”, esclareceu. A maioria dos condutores flagrados pela PM dirigindo sem habilitação estava em motocicletas.

EMBRIAGUEZ
As estatísticas da PM também apontam um aumento, ainda que pequeno, das multas por embriaguez ao volante. No primeiro bimestre deste ano, foram 34 condutores autuados pela PM, contra 27 no mesmo período do ano passado. 

O subcomandante informou que a PM tem intensificado a verificação dos casos de embriaguez, mas não faz operações específicas para esse tipo de ocorrência. “Nossas blitzes são para verificar todas as infrações e, principalmente, os não habilitados, que têm gerado muitos acidentes na cidade”. 

A PM ainda não concluiu o balanço de acidentes de trânsito registrados no primeiro bimestre. Entretanto, segundo o major Élcio de Almeida, apenas uma pessoa morreu vítima de acidente no perímetro urbano. “A condutora não era habilitada”, completou.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13