Rádios On-line
11587
Nova Estrela 0603

Marceneiro é atropelado e morre no hospital

Em apenas quatro dias, a PM registrou nove casos de condutores não habilitados na Cidade

20 JAN 2009 - 06h:12Por Danilo Fiuza

A Polícia Militar (PM) de Três Lagoas registrou a terceira morte no trânsito neste ano. Antônio Mendes dos Santos, 43 anos, marceneiro, morreu poucas horas depois de dar entrada no hospital Nossa Senhora Auxiliadora, à meia-noite de domingo (18), que, segundo o boletim de ocorrência registrado, era o dia do seu aniversário.
De acordo com a PM, Antônio foi socorrido pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) por volta das 22 horas, possivelmente vítima de um atropelamento na avenida Clodoaldo Garcia. O ciclista deu entrada no hospital cerca às 22h30, mas não resistiu aos ferimentos e morreu duas horas depois de ser internado. Ninguém viu como o acidente aconteceu. O motorista no carro fugiu do local sem prestar socorro. Até o momento, a PM não tem pistas do autor do acidente. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) e será investigado na 3ª Delegacia de Polícia.
Além deste atropelamento, a PM também registrou outros dois acidentes com vítimas na Cidade no último fim de semana. Em um deles, ocorrido no bairro Vila Alegre, o motorista estava embriagado. Já o segundo acidente aconteceu no bairro JK.
Antes mesmo de encerrar janeiro, a polícia já contabiliza o triste dado de três mortes no trânsito. Os dois primeiros ocorreram no dia 1º de janeiro, ambos na rua Maria Guilhermina Esteves.

FISCALIZAÇÃO

Em contrapartida, a PM vem intensificando as atuações no trânsito. De acordo com o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar (PM), o tenente-coronel Washington Geraldo de Oliveira, a corporação deverá intensificar as fiscalizações de trânsito neste ano. “Agora, nós recebemos equipamentos para trabalhar o trânsito, como um etilômetro (bafômetro) do governo do Estadual e também vamos receber mais equipamentos daqui para frente”.
No último fim de semana - “o final de semana da PM começa na quinta-feira”, completa o comandante –, a PM desencadeou uma série de blitz pela Cidade. As operações foram realizadas na quinta-feira (15) e sábado (17) – para manter o efeito surpresa – e resultou em dados assustadores.
Em apenas dois dias de operação, 58 condutores foram multados por alguma infração de trânsito; outros 11 tiveram a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida e 19 voltaram para casa a pé ou de carona (os veículos foram apreendidos pela PM). “Só para vocês tenham uma idéia, neste fim de semana nove pessoas foram flagradas conduzindo sem habilitação. Isto em dois dias de blitz e um final de semana com fiscalizações de rotina”, disse. Agora com o bafômetro, os militares registraram dois casos de embriagues ao volante. O aparelho – uma solicitação antiga da corporação – chegou a Três Lagoas no final do ano passado.
No ano passado, a corporação também recebeu um veículo Corsa, proveniente de uma porcentagem das multas direcionada à PM do Estado. Conforme o diretor da 6ª Agencia de Trânsito, Milton Silveira, 30% do recurso angariado com as multas são destinados à aquisição de equipamentos para a corporação militar. “Este recurso é destinado a um fundo do Estado e é ele quem define onde será investido. O fato da multa ter sido aplicada em Três Lagoas, não significa, por exemplo, que a porcentagem dela retornará diretamente à Cidade”, explicou.
Mesmo assim, o comando da PM aguarda a chegada de mais uma viatura para a corporação adquirida com recursos do fundo. O pedido já foi encaminhado ao comando geral, em Campo Grande. No ano passado, o comandante acredita ter aplicado mais de R$ 70 mil em multas de trânsito no Município. (RP)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13