Rádios On-line
8991

Materiais escolares têm variação de preços de até 160%

A maior variação (789%) foi detectada no apontador plástico

22 JAN 2009 - 06h:16Por Redação

Em pesquisa realizada nos dias 12 e 13, o Procon de Mato Grosso do Sul detectou altas variações nos preços das listas de material escolar. Os preços chegaram a alcançar quase 800% de diferença entre uma loja e outra na Capital. Em Três Lagoas, entre os 63 itens pesquisados em cinco lojas especializadas, um das maiores altas nos preços foi constatada no transferidor 180º - 160%; outra diferença de percentual foi encontrada na caixa de canetas hidrocolor (12 unidades), 155%.
Ao todo, foram pesquisados 76 itens em cinco estabelecimentos de Campo Grande. A maior variação (789%) foi detectada no apontador plástico simples sem depósito. Já o transferidor de 180º altera 700% o valor de uma loja para outra. No preço do compasso pequeno, a variação chega a 618%.
O caderno brochura pequeno apresentou mudança de 555%. Na hora de comprar uma borracha branca pequena, o consumidor pode encontrar variação de até 400%. Um caderno universitário de dez matérias tem variação de 221%.
Nas livrarias e papelarias de Três Lagoas pesquisadas pelo Procon local, o apontador simples vai de R$ 0,20 a R$ 0,65; a borracha branca nº 40, o preço mais barato encontrado foi R$ 0,20 e o mais alto R$ 35; caderno de brochura de 48 folhas, R$ 0,60 e R$ 0,90, respectivamente; caderno universitário (15 matérias), R$ 8,90 e R$ 13,90; caderno de desenho, espiral, 48 folhas, R$ 1,50 e R$ 2,90; caneta esferográfica Bic, R$ 0,55 e $ 0,75; compasso, R$ 1,46 e R$ 2,90; lápis preto nº 02, R$ 0,20 e R$ 0,25; lápis de cor pequeno foi encontrado somente em uma loja, a R$ 1,55, a caixa com 12 unidades; já a caixa grande, com a mesma quantidade, ficou entre R$ 2, 45 e R$ 3,35.
Ainda com relação à lista pesquisada, o papel sulfite com 100 unidades tiveram os preços variados entre R$ 2,50, o mais barato, e R$ 3,50, o mais caro; régua de 30 cm, R$ 0,26 e R$ 0,50.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13