Rádios On-line
JANEIRO

Material escolar não terá reajuste, dizem lojistas

Para não pesar no bolso no primeiro mês do ano, o consumidor terá que pesquisar bem antes de levar o produto

5 JAN 2019 - 09h:29Por Kelly Martins

Após as festas de fim de ano já se pensa na volta às aulas. E junto a compra do material escolar. Para não pesar no bolso no primeiro mês do ano, o consumidor terá que pesquisar bem antes de levar o produto. Isso porque as contas do mês janeiro também são dividas com o IPVA, por exemplo.

Pelo menos é o que avalia a manicure Dilma dos Santos, que tem cinco filhos e todos já estão na escola. “Tem que verificar o valor de cada item, porque senão, não dá para comprar muita coisa”, pontuou. A equipe de reportagem esteve em três papelarias de Três Lagoas e os itens que ganham destaque são os produtos personalizados. Na lista de materiais estão cadernos, mochilas, lancheiras e estojos com imagens de unicórnio e da ave flamingo. 

Contudo, os comerciantes alegam que os preços dos materiais não foram reajustados e, dessa forma, o consumidor não pagará mais caro esse ano na hora da compra. “Nossas compras são realizadas entre os meses de junho e agosto, compramos pelo preço à vista, então não haverá reajuste”, frisou Sandro Camargo. Em outra papelaria da cidade, o proprietário Derlei Modesto, garante que oferece aos clientes produtos de qualidade, modernos e com descontos, facilitando assim o valor final para os clientes. 

 

Deixe seu Comentário