Rádios On-line
8991

Mato e sujeira tomam conta de terrenos baldios

14 JAN 2009 - 06h:00Por Danilo Fiuza

Em tempos de preocupação com a saúde pública por causa da época de chuvas, principalmente na questão da dengue, muitos proprietários de imóveis – em especial, os terrenos baldios – concorrem para que a situação descambe: o mato cresce, o lixo e entulhos jogados nas áreas se acumulam e o mosquito transmissor da doença se locupleta de pontos de proliferação.
A reportagem do Jornal do Povo foi até dois lugares da Cidade onde tais fatos se verificam: um quase no centro, no bairro Santo André, na confluência das ruas Eurydice Chagas Cruz e Oscar Guimarães, onde o terreno da esquina está quase todo tomado pelo mato; outro, na esquina das ruas Coronel João Filgueiras e José Pinto Carriço, no bairro Nossa Senhora Aparecida. (Veja as fotos e tire suas conclusões, leitor)

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13