Rádios On-line

Mesmo com indefinição da União, Simone garante conclusão de obras do aeroporto

A União ainda precisa liberar R$ 1,7 milhão em recursos do convênio para a construção de obras de infraestrutura do Aeroporto Municipal de Três Lagoas

30 JAN 2013 - 09h:59Por Redação

A União ainda precisa liberar R$ 1,7 milhão em recursos do convênio para a construção de obras de infraestrutura do Aeroporto Municipal de Três Lagoas, mas uma reunião no dia 20 de fevereiro na secretaria de Aviação Civil (SAC), em Brasília, vai definir a continuidade do convênio com o governo Federal. Segundo a governadora em exercício, Simone Tebet, o corte da verba federal não deve comprometer as obras. “Já temos recurso garantido pelo Estado para bancar a conclusão destas obras caso o governo Federal não renove o convênio, Três Lagoas não pode parar”, afirma a governadora.

Simone se reuniu na última semana com uma equipe de secretários da prefeitura de Três Lagoas para discutir o andamento das obras do Aeroporto Municipal, Plínio Alarcon. Estiveram presentes na reunião: Marco Garcia de Souza, secretário de Desenvolvimento Econômico; Walter Garcia de Oliveira Júnior, secretário de Infraestrutura, Transporte e Habitação; Carmen Lúcia Ribeiro Goulart, secretária de Planejamento; além de técnicos das respectivas secretarias. Também participaram o deputado estadual, Eduardo Rocha, o coordenador de Transportes Aéreos da secretaria Estadual de Obras Públicas (Seop), Fabrício Alves Corrêa, e o representante da Agesul em Três lagoas, Dirceu Deguti.

A governadora reafirmou o empenho do governo do Estado em ter o aeroporto funcionando plenamente até o dia 15 de junho, no aniversário da cidade. “Hoje discutimos os prazos com os secretários e posso dizer que o que compete ao governo do Estado está a pleno vapor. Sabemos da importância desta obra para a cidade, com o início das operações comerciais o acesso de investidores em Três Lagoas vai ficar muito mais fácil”, disse Simone.
Entre as obras de Infraestrutura Aeroportuária que devem ser concluídas ainda no primeiro trimestre estão: a Adequação da Cerca de Proteção, a Instalação do Balizamento Noturno, a Implantação da SCI e acesso à SCI (Obra do Estado e União) e o acesso ao aeroporto estão previstos para terminar em maio.

Já a construção do Terminal de Passageiros, a implantação do Saneamento Hidro-sanitário (Obra do Município) e a implantação da Estação Prestadora de Serviços de Telecomunicação e Tráfego Aéreo - EPTA - (Obra do Estado e operacionalização a ser terceirizada pelo município) devem estar prontos em março.

No início de 2012 o governo do Estado concedeu incentivo fiscal à Azul Linhas Aéreas, quando assinou a isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias de Mato Grosso do Sul (ICMS). Na ocasião, o diretor de Relações Institucionais da Azul Linhas Aéreas, Adalberto Febeliano, mostrou o interesse em investir em Três Lagoas, assim que concluída as obras do aeroporto.

Segundo o coordenador de Transportes Aéreos da secretaria Estadual de Obras Públicas (Seop), Fabrício Alves Corrêa, após a conclusão das obras poderemos providenciar a implantação e a homologação, o que depende da Agência Nacional de Aviação Civil, a Anac. “A maior dificuldade são os trâmites burocráticos, mas contamos com o prestígio político do governador e da vice-governadora para adiantarmos estes prazos junto ao governo Federal”, afirma Fabrício.

Com informações do Governo do Estado.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13