Rádios On-line

Misto empata com Aquidauanense no Madrugadão

Gol do de empate do time adversário saiu exatamente a 15 segundos de encerrar a partida

25 JAN 2013 - 10h:17Por Arthur Freire/JP

Era para ter sido vitória em casa. O Misto Esporte Clube liderava a disputa com dois contra um gol contra o Aquidauanense. Além disto, manteve superioridade nos toques de bola. Mas, faltando apenas 15 segundos para encerrar a partida, o Aquidauanense conseguiu virar o jogo e cavar o empate. O gol foi Jefferson, camisa 9, e responsável pelos dois gols do time de Aquidauana no Madrugadão.

A partida começou acelerada. Aos 34 minutos do primeiro tempo, o Misto abriu vantagem no placar com um gol. O time voltou no segundo tempo com a mesma formação, mas perdendo um pouco o ritmo de jogo. Aos 16 minutos, Jefferson marcou o gol de empate sobre o Carcará da Fronteira. A vantagem foi buscada aos 45 minutos do segundo tempo, com o gol de Gleuber. A disputa caminhava para um resultado de 2 a 1 para o Carcará da Fronteira, mas segundos antes de terminar a partida, por “um descuido da equipe”, como classificou o técnico João Francisco Marçal, o Aquidauanense empatou a disputa.

Essa foi a primeira disputa do Misto em casa nesta temporada e lotou as arquibancadas do estádio Madrugadão. 

Em entrevista à Cultura FM 106,5 Mhz, o técnico Marçal, mesmo com o “deslize”, fez uma avaliação positiva do jogo. De acordo com ele, o time teve superioridade em campo, com muitos passes de bola – do jeito que ele gosta -, enquanto que o Aquidauanense permaneceu com “chutões” para a frente. “Mas ainda falta segurança, maturidade que só será conquistada com mais treinos e disputas. O time ainda está em formação. Perdemos pelo menos quatro chances de gol no segundo tempo. Porém, isto não justifica o gol tomado. Foi falta de atenção, e eles sabem disto, conversaram sobre este gol [o segundo do Aquidauanense] no vestiário”, completou.

No entanto, o professor afirma que o time começou melhor que em 2012. No ano passado, o Carcará da Fronteira perdeu a primeira partida que tinha disputado e empatou a segunda. “Agora, temos dois empates. Além disto, o que importa é se classificar entre os quatro para a próxima fase. Esse é o nosso objetivo no momento. É para isto que estamos trabalhando, fazendo uma alteração aqui e ali. Como ocorreu no ano passado, quando chegamos à quarta rodada já havíamos mudado pelo menos cinco jogadores. Um time não se monta da noite para o dia”, lembrou durante a entrevista.

MELHORAS
Para o treinador, o setor de criação de jogadas precisa ser melhorado. “Falta quem munícipe os ataques, quem crie as jogadas. Mas tenho confiança no que estamos fazendo. O grupo é forte, muito forte, e vai melhorar ainda mais”.

O próximo jogo do Misto será no domingo, dia 27, no estádio Morenão, em Campo Grande. Na data, o Carcará da Fronteira irá enfrentar o Novoperário, time que, na visão do Marçal, é forte adversário. “O grupo já vinha jogando junto e estava treinando há mais tempo. Vai ser difícil. Mas vamos encarar”, assegurou. A disputa acontece às 17h.

ESTADUAL
Na quarta-feira, aconteceu a segunda rodada da primeira fase do Estadual. Além do Misto e do Aquidauanense, enfrentaram-se: Cene e Maracajú (vitória ao primeiro por 4 a 1); Serc e Comercial, 1 a 2; Urso e 7 de Setembro, 1 a 2, e Ivinhema e Naviraiense, 1 a 1.

Segundo dados da Federação de Futebol Sul-Mato-Grossense, até o momento foram marcados 21 gols na rodada estadual. O resultado corresponde a uma média de 3,5 gols por disputa. O artilheiro da temporada até o momento é o jogador Careca, do Cene, com três gols. Além disto, até o momento mais de 6,3 mil torcedores marcaram presença nos estádios de MS. A renda geral é R$ 41,4 mil. (Com a colaboração de Ana Cristina dos Santos)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13