Rádios On-line
À FORÇA

PM de Três Lagoas usa bala de borracha para impedir fuga de motoqueiro

Sem habilitação e em direção perigosa, rapaz de 23 anos é perseguido por oito bairros

30 JAN 2018 - 08h:56Por André Barbosa

Um motociclista de 23 anos precisou ser contido a balas de borracha, após intensa perseguição policial pelas ruas de oito bairros, em Três Lagoas. Ele havia acabado de deixar a namorada em casa, na tarde de segunda-feira (29), quando, ao avistar uma viatura da Polícia Militar, saiu em alta velocidade sem respeitar ordem de parada e furando bloqueio policial.

Foi por volta das 15h30, quando militares patrulhavam o bairro Jardim Alvorada. Na rua Egídio Thomé, a equipe teria de deparado com o suspeito, que detém várias passagens pela Justiça. Segundo a ocorrência, em sua ficha criminal contam tráfico de drogas, roubo, porte ilegal de arma de fogo, entre outros. O jovem estava com uma mulher na garupa da moto e a deixou em frente de sua residência. Na sequência, passou a pilotar a moto em alta velocidade, fugindo da abordagem policial. O suspeito recebeu várias ordens de parada, entretanto, não teria obedecido.

Ainda de acordo com a ocorrência policial, houve perseguição por várias ruas, inclusive, em contra mão de direção, pelo Bairro Vila Nova, e em seguida nos Bairros Monte Libano, Jardim Glória, Nova Americana, Jardim Oiti, Jardim das Acácias, Jardim das Acácias e retornando ao Jardim Atenas.

A PM solicitou o apoio do Setor de Investigações Gerais (SIG), que realizou bloqueio no cruzamento da rua José Lopes Barbosa com a rua M, mas o piloto jogou a moto sobre um dos policiais civis. Neste momento, um dos militares, utilizando uma arma com balas de borracha (munição de elastômero de impacto controlado) disparou três vezes contra o piloto. Dois tiros feriram o jovem de 23 anos, no ombro e na altura do quadril. Com o impacto dos disparos, ele caiu.

A polícia não encontrou nada de ilícito com o suspeito. Questionado sobre o motivo da fuga, ele teria respondido que fugiu apenas ‘por não ter CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e que a motocicleta não possuía documentos’. Disse ainda, que ‘era pra testar se os policias eram bons no pega’.

Machucado, rapaz recebeu voz de prisão e foi conduzido a delegacia de Pronto Atendimento Comunitário e liberado em seguida. O caso foi registrado como direção perigosa e resistência. A moto foi levada ao pátio do Detran local.

Deixe seu Comentário