Rádios On-line
TRêS LAGOAS

Movimentos sindicais interditam rodovia de acesso à Brasilândia

Protesto é contra as reformas Trabalhista e da Previdência que tramitam na Câmara dos Deputados

28 ABR 2017 - 07h:03Por Ana Cristina Santos

Os movimentos sindicais de Três Lagoas interditaram na madrugada desta sexta-feira (28) a BR- 158, rodovia de acesso à Brasilândia. A mobilização, contra as reformas da Previdência e Trabalhista, teve início às 5h e será encerrada às 9h, nessa rodovia, no cruzamento com a rotatória de acesso à Campo Grande.

Com a interdição da BR- 158, centenas de trabalhadores ficaram impossibilitados de chegarem ao canteiro de obras de ampliação da fábrica de celulose da Fibria, que fica na rodovia, sentido Brasilândia.

Segundo um dos representantes do movimento, Nivaldo dos Reis, a mobilização terá continuidade com um ato em frente ao INSS e depois na praça Senador Ramez Tebet.

Nesta sexta-feira não tem aula nas escolas municipais e estaduais em razão dessa mobilização.

A greve geral, que ocorrerá em todo o País, é organizada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e pelas frentes de esquerda Brasil Popular e Povo Sem Medo, que têm participação de diversos movimentos sociais.

Em Três Lagoas, à greve geral é organizada por 10 sindicatos, entre eles, dos Bancários, da Educação, da Construção Civil, de Papel e Celulose, dos Auditores Fiscais, dos Professores Universitários, entre outros.


Deixe seu Comentário

TVC Canal 13
  • Programas: