Rádios On-line
ÁGUA CLARA

Mulher é resgatada vivendo em condições análoga a escravidão

A Polícia Civil resgatou a advogada que vivia em um sítio no município de Água Clara

7 MAI 2021 - 16h:30Por Israel Espíndola

 Uma mulher de 56 anos, foi resgatada por uma equipe da Polícia Civil de Água Clara, vivendo em condições análoga a escravidão. A Polícia Civil chegou até ao local depois de denúncias anônimas, na chacará a mulher relatou que o proprietário, não pagava o salário pelos serviços prestados.

Além de viver nessas condições a mulher relatou aos policiais que vivia sendo ameaçada e sofreu agressões do homem. "Eu vi o demônio na minha frente", relatou a mulher.

A Polícia Civil resgatou a mulher, nesta semana, a mulher também disse aos policiais que teria apanhado com um porrete do patrão em um surto violento. Junto com a vítima foi resgatada sua cadela Border Collie.

A vítima apresentou fotos comprovando sua declaração. O suspeito será investigado pelo crime de redução à condição análoga à de escravo (149 do Código Penal), com pena de 2 a 8 anos, e ainda pelo de lesão corporal grave (129, §1º do CP), com pena de 1 a 5 anos.

Confira na reportagem:

Deixe seu Comentário