Rádios On-line
INCONFORMISMO

Mulher perde tudo depois de incêndio criminoso provocado por ex

Antes de incendiar a casa da vítima o autor tentou esfaquear a vítima

2 MAI 2021 - 19h:22Por Alfredo Neto

Uma mulher de 51 anos acabou vítima de uma tentativa de feminicídio e teve sua casa e seus pertences todos destruídos por um incêndio criminoso no final da tarde deste domingo (2) na rua Romeu de Campos, bairro Jardim Cangalha (Vila Nova), região Norte de Três Lagoas.

A mulher relatou que seu ex-amasio de 31 anos, invadiu sua casa junto com um tio dele de 51 anos e de posse de uma faca passaram a agredir e torturar psicologicamente a vítima com ameaças de morte, o tio do autor (o homem de 51 anos )teria segurado a vítima para que seu sobrinho matasse a vítima esfaqueada. Felizmente a vítima conseguiu se desvencilhar dos algozes e buscou refúgio com vizinhos.

Não conseguindo matar a ex-convivente o autor identificado como Marcelo de 31 anos ateou fogo na casa e no carro da vítima, que foram totalmente destruídos pelo fogo. O Corpo de Bombeiros foi chamado mas pouco puderam fazer, as chamas consumiram tudo que havia dentro do imóvel. A vítima perdeu todos os documentos, alimentos, roupas, móveis, não sobrou nada para a vítima além do livramento de escapar com vida da tentativa de feminicídio.

Em rondas pela região a Rádio Patrulha da Polícia Militar encontrou o tio do autor apontado como participante foi encontrado alguns metros do local e disse não ter participado do crime, mas tanto a vítima quanto populares que presenciaram a ação criminosa apontaram o homem como aquele que teria ajudado o sobrinho a tentar esfaquear a vítima em seguida ateando fogo na residência.

A faca utilizada no crime foi encontrada a 50 metros do local jogada em um monte de mato, o ex-convivente da vítima continua foragida. Pessoas que testemunharam o trabalho do Corpo de Bombeiros relataram que a dupla teria passado o dia todo rondando o imóvel e fazendo ameaças para vítima por causa do inconformismo do autor, da vítima não reatar o relacionamento.

Após a confirmação do homem de 51 anos no crime, os militares do 2°BPM (Batalhão de Polícia Militar) deram voz de prisão e o conduziram para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) onde presta depoimento neste momento e poderá responder pelos crimes de tentativa de feminicídio, incêndio criminoso com dolo de causar danos entre outros crimes.

Deixe seu Comentário