Rádios On-line
7925
Marcio Atalla

Município gera 301 postos de trabalho em julho

17 AGO 2012 - 08h:40Por Danilo Fiuza

 Três Lagoas encerrou o mês de julho com o total de 301 novos postos de trabalho com carteira assinada. O resultado do mês passado foi divulgado ontem, pelo Ministério do Trabalho e Emprego, através do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Conforme as estatísticas, a cidade ficou em segundo lugar no ranking de geração de empregos dos municípios com mais de 30 mil habitantes de Mato Grosso do Sul. Ao todo, foram contabilizados 2.420 admissões contra 2.119 desligamentos. À frente, ficou Campo Grande, com saldo positivo de 414 novos empregos (9.500 admissões contra 9.086 desligamentos).

O resultado corresponde a um crescimento de 9% na geração de empregos formais em comparação ao mês anterior, e 10% se comparado ao mesmo período de 2011. Em junho deste ano, Três Lagoas havia registrado a criação de 277 novos empregos (2.150 admissões, contra 1.873 desligamentos).  Já em julho do ano passado, o mercado três-lagoense foi responsável pela geração de 274 postos de trabalho – na época, foram registrados 1.945 admissões contra 1.671 demissões.

De janeiro a julho, foram 2.550 novos empregos formais gerados no município - 15.848 contratações e 13.298 desligamentos. Entre as atividades com maior saldo de contratação, destaca-se a construção civil, com o total de 1.496 novos postos de trabalho gerados neste ano. Nessa atividade, foram registradas 3.822 admissões contra 2.326 demissões. Em segundo lugar, aparece a indústria da transformação, com 702 novos empregos gerados (5.417 admitidos e 4.715 demitidos). De acordo com levantamento de flutuação do emprego formal, o segmento de serviços aparece em terceiro, com 293 vagas abertas neste ano. Entre todas as atividades (oito), o comércio foi o único que fechou os sete primeiros meses do ano no vermelho. De janeiro a julho, foram fechados 23 postos de trabalho no setor.

O levantamento do Caged mostrou ainda que a média salarial do três-lagoense gira em torno de um salário mínimo e meio a três. Entre os setores com maior remuneração salarial, está a construção civil, com salário de R$ 1.750,39 mil. Em seguida, aparecem os segmentos da extração mineral (R$ 1.081,21), indústria da transformação (R$ 1.023,26), serviços (R$ 942,77), agropecuária (R$ 888,27) e, por último, comércio (R$ 842,67). 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
BAND
7300