Rádios On-line
TRêS LAGOAS

Município terá orçamento participativo

População terá a oportunidade de dizer como quer que seja gasto o orçamento de Três Lagoas nos próximos anos

22 JUL 2017 - 08h:03Por Ana Cristina Santos

Em 2018, a Prefeitura de Três Lagoas deve arrecadar R$ 475 milhões. Esse é o valor previsto na Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) para o exercício financeiro do próximo ano. O montante representa R$ 21 milhões a mais da arrecadação prevista para 2017, na ordem de R$ 454 milhões.

A população terá oportunidade de apresentar sugestões a respeito de como deve ser aplicado os valores arrecadados, não só em 2018, mas nos próximos quatro anos. Os três últimos do mandato do prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB) e o primeiro ano da próxima gestão.

Primeiro será elaborado o Plano Plurianual (PPA) e, posterior, a Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2018, que será encaminhada para aprovação do Legislativo. O PPA é um instrumento de planejamento obrigatório, conforme prevê a legislação, onde a prefeitura aponta um conjunto de metas e prioridades e destina uma previsão de recursos para esse período.  

A participação popular se dará através de audiências públicas agendadas para discutir o PPA. O objetivo é ampliar a participação popular no planejamento da cidade. A administração municipal agendou seis audiências públicas em locais diferentes.  

O secretário de Finanças, Receita e Controle, Cassiano Maia, disse que essa é a primeira vez que a população terá a oportunidade de sugerir por meio de audiências públicas realizadas nos bairros e, em horários que a população possa participar. “Os moradores terão a oportunidade de apresentar os seus anseios, as dificuldades, e nos dar um norte de como devemos planejar a cidade para os próximos quatro anos. Antes, o PPA era muito técnico e simplista”, disse o secretário. 

AUDIÊNCIAS

A primeira audiência será realizada na Casa da Amizade, no dia 25 de julho. Essa será apenas para ouvir as comissões e conselhos instituídos. As demais serão: no Crase Coração de Mãe (26 de julho), no bairro Vila Haro; na Paróquia Santa Rita (27 de julho), no  bairro Vila Nova; na Escola Municipal Joaquim Marques (31 de julho), no bairro Vila Alegre; na Escola Municipal Prof. Elma Garcia Lata Batista (1º de agosto), no Distrito de Garcia; na Paróquia Santa Luzia (2 de agosto),no  bairro Santa Luzia; e no Centro Comunitário no Distrito de Arapuá,  no dia 03 de agosto.

As audiências estão marcadas para às  18h e o término previsto para às 22h. A última audiência vai acontecer no dia 11 de setembro na Câmara de Vereadores. 

Deixe seu Comentário