Rádios On-line

Nasce no Auxiliadora o primeiro bebê de 2013

Maria Eduarda pesou 3.470 quilogramas e mediu 47 centímetros

3 JAN 2013 - 07h:30Por Arthur Freire/JP

Em Três Lagoas, o primeiro bebê do ano é uma menina. Ela ganhou o nome de Maria Eduarda e nasceu com 3.470 quilogramas e 47 centímetros, às 7h45, de parto normal, no hospital Auxiliadora.  A bebê é a segunda filha do casal. A mãe Taynara Souza de Alencar, 17, com base no pré-natal esperava dar a luz no último dia de dezembro, porém, a pequena resolveu nascer no ano novo. “Meu 2013 começou bem”, disse orgulhosa com a filha nos braços.


Durante toda a entrevista Maria Eduarda não se incomodou com o bate-papo da equipe de reportagem do Jornal do Povo com sua mãe, e muito menos com os flashes do fotógrafo. O sono tranquilo nos braços da mãe não foi interrompido. 
 
Já na no hospital Regional “Unimed” não houve nascimentos no primeiro dia de 2013. Somente, no segundo dia deste ano, às 7h33, é que a maternidade registrou o nascimento de um menino. O garoto Enzo Emanuel Assis da Cunha Ferreira pesou 3.310 quilogramas e mediu 47 centímetros. Ele nasceu de parto cesariana.  

Enzo é o primeiro filho do casal, a mãe Roberta de Fátima Assis da Cunha, está feliz da vida com a chegada de Enzo Emanuel, que adiantou oito dias, o parto era esperado para o próximo dia 10. “Ele resolveu chegar mais cedo. Estou tão emocionada que nem consigo descrever a dádiva de ser mãe”, disse.

Parto Normal
O hospital Auxiliadora é credenciado junto ao hospital “Amigo da Criança” e, por isso, incentiva o parto normal. De acordo com a enfermeira Izabela Cristina Carducci, no Auxiliadora a média mensal é de 100 partos. Deste total, cerca de 60% é parto cesárea. Mas, a ideia é reduzir este percentual. “O parto normal é mais saudável para a mãe e também para o bebê que nasce mais ativo”, disse. E continuou: “a cesárea por conta da anestesia e demais medicamentos deixa a criança mais lenta”, pontuou.

No Auxiliadora o recém-nascido também não chupa chupeta, não mama na chuquinha. “Aqui além do parto normal, também incentivamos o aleitamento materno”, explicou Izabela.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13