Rádios On-line
INVESTIMENTO

Nova escola do Sesi e Instituto de Biomassa ficam prontos neste ano

Empreendimentos orçados em R$ 60 milhões estão em fase final de construção e acabamento

9 ABR 2016 - 09h:37Por Ana Cristina Santos

Dois grandes empreendimentos da Federação da Indústria do Mato Grosso do Sul (Fiems), em construção, em Três Lagoas, ficarão prontos no segundo semestre deste ano. As obras da nova escola do Sesi e do Instituto Senai de Inovação-Biomassa (ISI Biomassa) estão em ritmo acelerado.
As duas obras orçadas em R$ 60 milhões, visam atender a demanda da indústria de Três Lagoas e região. A nova escola do Sesi, orçada em R$ 26,6 milhões, estava prevista para ser inaugurada em maio, mas devido a necessidade das licenças ambientais que ainda não foram liberadas, deve ser inaugurada em junho, ou julho. O colégio terá capacidade para atender 1,5 mil alunos.

De acordo com o chefe de obras da empresa responsável pelas construções, Carlos Ângelo, a nova escola já está em fase final de conclusão. “Faltam 2%. A obra deve ficar pronta em maio, com previsão de inaugurar em junho”, destacou. A entrada para o colégio será pela avenida Angelina Tebet. Os dois empreendimentos estão em construção em um terreno onde anteriormente funcionava o Departamento de Obras e Serviços (DOS), no bairro Santa Luzia em área da União cedida para a Fiems construir as duas obras.

INSTITUTO
Já a obra do Instituto de Biomassa, orçado em mais R$ 35 milhões, será concluída no segundo semestre deste ano. Juntas, as duas obras contam com 210 funcionários. O instituto está em construção na estrutura do barracão da antiga Oficina da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil (NOB) que existe no local, e que foi restaurado, já que é tombado como patrimônio histórico da cidade.

Mesmo a obra não estando pronta, pesquisas já foram iniciadas em instalações provisórias em Três Lagoas, e Campo Grande. Estão em andamento pesquisas em etanol 2G, combustível 3G, biogás, novos materiais ¨biobased¨, escalonamento de processos com algas e com leveduras e de materiais a partir de resíduos de biomassa. Segundo a diretora do Instituto Senai de Inovação Biomassa, Carolina Andrade a finalidade  é transformar biomassa para agregação de valor.


 

Deixe seu Comentário