Rádios On-line
DATERRA QUER ALUGAR MOBILE
MERCADO

Novos investimentos podem aumentar oferta e baratear imóveis

Setor imobiliário considera a chegada do novo positiva para deixar os valores de residências mais acessíveis à população

5 JAN 2020 - 17h:00Por Kelly Martins

O mercado imobiliário de Três Lagoas passou por crises nos últimos anos, o que acabou prejudicando investimentos. Mas, desde 2018, a ampliação de indústrias tem “esquentado” o ânimo das imobiliárias e de proprietários de imóveis. Apesar de ainda haver dezenas de casas e espaços comerciais desocupados, a expectativa voltada ao setor é positiva. Um dos motivos é a projeção de taxas e juros mais baixos para financiamentos, por exemplo, e valores menores de aluguel. 

A presidente da Associação das Imobiliárias e Corretores de Imóveis de Três Lagoas, Victória Helena Monteiro, considera que esse será o cenário na cidade neste novo ano. “Costumo dizer que andamos na contramão do desenvolvimento do Brasil porque, apesar de vivermos em um momento recessivo, Três Lagoas não para totalmente. Continuamos com investimentos em imóveis e construções. Hoje, a gente vê um perfil diferente de cliente, que está mais consciente, tanto quem vende como quem compra ou que trabalha com locação de imóveis”, avaliou. 

Sobre os financiamentos habitacionais, Victória pontua que os bancos lançam no início do ano as linhas de créditos e condições. No entanto, isso ainda não ocorreu. Porém, segundo ela, tendo em vista as condições oferecidas nos últimos meses de 2019, a expectativa do setor é de que a taxa de juros se mantenha no primeiro mês e apresente queda no próximo trimestre. Muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o que é mais vantajoso: construir ou comprar uma casa pronta. 

AVALIAÇÃO
Para a presidente da associação, é preciso avaliar a necessidade atual. “Se o cliente vive de aluguel, mas quer comprar um terreno parcelado, precisa verificar se o valor não vai comprometer o salário. E se não está com pressa, quer uma casa do jeito que sempre sonhou, aí indicamos a compra de um lote. Agora se é um cliente que tem um orçamento mais enxugado, tem a necessidade emergencial de sair do aluguel, aí sempre trabalhamos o produto novo e pronto. Porque atendemos a necessidade de pronto e em contrapartida ele economiza não só tempo, como gasto com transferência de imóvel, com a incorporação”, explicou. 

O programa Minha Casa, Minha Vida ganha destaque na cidade e lidera o ranking de financiamentos, de acordo com a presidente.

Confira a entrevista abaixo:

Deixe seu Comentário

nova estrela mobile

TVC Canal 13