Rádios On-line
SUPERAÇÃO

Com cartaz: ‘quero montar minha padaria’, jovem vende pão caseiro em semáforo

Sem encontrar mercado em sua área de formação, Paulo se reinventou e vende pães caseiros na cidade

13 ABR 2021 - 13h:02Por Daiana Oliveira

Há cerca de três meses, ao passar pelo semáforo de Três Lagoas, na avenida Rosário Congro, cruzamento com a rua Duque de Caxias, é possível encontrar um rapaz vendendo pão caseiro. Esta iniciativa tem motivado e mudado a vida de Paulo José Bodin, que já pensa em montar a sua própria padaria. É como está em um cartaz que carrega durante a venda: "Quero montar minha padaria". 

Ele é da cidade de Bariri (SP) e recém chegado ao município. Como Paulo não encontrou mercado em sua área de formação, foi trabalhar como servente de pedreiro. Mas, como almejava e precisava de uma renda salarial maior, decidiu começar a vender pães caseiros. “Padronizei uma receita, com ajuda da minha esposa e comecei a vender nas ruas. No início, íamos às ruas batendo nas portas das casas. Depois começamos a vender em alguns semáforos da cidade, até que um dia começaram a perguntar onde era possível me encontrar todos os dias e passei a ter clientes frequentes”, conta Paulo.

Atualmente, Paulo vende cerca de 30 pães por dia. Com uma mesa posta para exposição do seu produto, ele segura uma bandeja onde leva e oferece os pães aos os motoristas que param seus carros no semáforo. Junto de sua bandeja o cartaz que diz: 'Quero montar minha padaria. Tudo tem um começo'. “Neste ritmo, o plano é para que daqui dois a três anos iniciar a abertura da padaria”, declara o vendedor.

E os objetivos são ainda maiores, como Paulo é nutricionista, a ideia é unir o útil ao agradável e exercer a profissão sendo dono do próprio negócio. “Após abertura da padaria, com ela já estruturada, penso em começar a confeccionar receitas mais saudáveis, talvez um pão integral, doces caseiros, com menos acúcar, salgado com menos gordura e menos sódio, para disponibilizar esta opção também a quem preferir”.

O trabalho autônomo na vida de Paulo, foi para ele a opção de se reiventar, superar a crise e traçar novas metas.

Acompanhe mais detalhes da entrevista clicando no link do vídeo abaixo e conheça mais sobre esta história de motivação e superação:

 

Deixe seu Comentário