Rádios On-line
ORIENTAÇÃO

Palestra é realizada para conscientizar população contra agressão infantil

“Infância sem violência” foi o tema de encontro do grupo Colo de Mãe do CRAS Ana Maria Moreira

1 SET 2017 - 17h:05Por Redação

Com o objetivo de conscientizar mães e filhos sobre violência infantil, foi realizada nesta semana em Três Lagoas, a palestra de orientação e prevenção para uma “Infância Sem Violência”. A ação foi promovida pela Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), por meio das ações continuadas da equipe do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS Ana Maria Moreira.

A palestra contou com a participação de uma equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e teve como público alvo as mães que participam do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) “Colo de Mãe”, residentes nos bairros de abrangência do CRAS Ana Maria Moreira.

No encontro com as mães e crianças, a equipe do CREAS expôs conceitos e os mais variados tipos de violência cometidos contra as crianças. Na oportunidade, as mães também foram alertadas sobre quais tipos de violência a que os seus filhos estão sujeitos no dia a dia.

A diretora de Proteção Social Básica da SAS, Maurelice Nunes dos Santos, afirma que a ação é de extrema importância para orientar a população. “Estas informações às mães sobre a violência são muito importantes para que elas se tornem capazes de evitá-la”, observou.

O encontro também foi oportuno para orientar as crianças, “com uma forma lúdica e de fácil compreensão”, sobre os vários tipos de violência e como elas devem se comportar para prevenir situações de risco a que estão sujeitas, informou Meurelice Nunes.

COLO DE MÃE

O Colo de Mãe é um dos SCFV, mantido pela Prefeitura de Três Lagoas, por meio da SAS, direcionado às crianças de até 6 anos, previsto na Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais.

Como explicou a diretora da Assistência Social, “as atividades do Colo de Mãe devem estar pautadas na defesa dos direitos, na vivência, no desenvolvimento de capacidades e potencialidades, para o enfrentamento das vulnerabilidades sociais”.

Deixe seu Comentário