Rádios On-line
nova estrela mobile
MEIO AMBIENTE

Pecuarista é multada em R$ 15 mil por manter gado em área de reserva

Multa foi aplicada pela Polícia Militar Ambiental (PMA) de Três Lagoas

6 MAR 2020 - 07h:30Por Kelly Martins

A Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas (PMA) multou em R$ 15 mil uma proprietária rural de 77 anos por diversas degradações ambientais na propriedade, às margens da rodovia MS-377, que fica em Inocência. De acordo com a polícia, foram realizadas vistorias e constatadas erosões e degradações ambientais em áreas protegidas de preservação permanente.

Na propriedade rural, a PMA verificou que o gado era mantido com acesso às matas ciliares e reserva legal, causando danos à vegetação das áreas protegidas. A falta de conservação do solo na propriedade, aliada ao pisoteio dos animais, fizeram com que ocorressem processos erosivos e fossem carreados sedimentos, causando assoreamento dos mananciais. As atividades no local foram paralisadas.

A pecuarista mora em São José do Rio Preto e ela responderá por crime ambiental de degradação de área de preservação permanente e de reserva legal. A pena é de um a três anos de detenção. Também foi notificada a apresentar junto ao órgão ambiental estadual um plano de recuperação de Área Degradada e Alterada (Prada).

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13