Rádios On-line
DATERRA QUER ALUGAR MOBILE
PRONTO ATENDIMENTO

Pediatras pedem doação de espaçador infantil no tratamento de crianças do SUS

Médicos não estão utilizando o inalador que é para evitar o contágio de vírus pelo ar

26 MAR 2020 - 16h:00Por Tatiane Simon

Médicos pediatras que atendem no Pronto Atendimento do Hospital Auxiliadora, em Três Lagoas, estão unidos em uma campanha em prol das crianças internadas na ala da pediatria do SUS (Sistema Único de Saúde). O pedido é por doações de espaçadores infantis.

O dispositivo, segundo a pediatra Jessane Ribeiro, está sendo mais utilizado por conta dos casos suspeitos do novo coronavírus que chegam diariamente no hospital. Além disso, nesta época do ano, em que os dias são mais secos devido à estação climática, aumenta a demanda de crianças com problemas respiratórios. Para conter o avanço do contágio do novo coronavírus, a orientação é de não utilizar mais o tradicional inalador nas crianças internadas. "Isso porque o inalador espalha uma fumaça no ar. É aí que mora o perigo. Porque pode conter vírus e propagar no ar, colocando em risco as outras pessoas que estão no mesmo espaço", explica.

A especialista pontua que o espaçador, ao contrário do inalador, fica acoplado na face da criança. "A função é a mesma. É indicado para adminsitração de medicação inalatória para crianaças com falta de ar ou problemas respiratórios, os quadros chamados de broncoespasmo", acrescenta.

O produto não é ofertado pela rede pública e, portanto, não há o repasse gratuito aos hospitais. "Toda a doação será dividida entre o Auxiliadora, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e unidades de saúde nos bairros", conta.

O espaçador infantil é encontrado em farmácias a um custo médio de R$ 40. As doações podem ser feitas diretamente na recepção do Pronto Atendimento do hospital aos cuidados dos pediatras. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13