Rádios On-line
VANDALISMO

Placa com frase de apoio a Bolsonaro vira caso de polícia em Três Lagoas

Outdoor expondo apoio ao pré-candidato à Presidência foi alvo de vandalismo e polícia deve investigar autoria do crime

17 FEV 2018 - 11h:30Por Sergio Colacino

A placa de publicidade instalada na Avenida Ranulpho Marques Leal, na entrada de Três Lagoas, dizendo que a cidade apoia o pré-candidato à Presidência, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), se tornou caso de polícia. Na segunda-feira (12), vândalos invadiram o espaço onde o outdoor foi instalado e depredaram o cartaz. Integrantes de um grupo de cerca de 250 pessoas simpatizantes ao pré-candidato, responsáveis pela placa de publicidade, procuraram a Polícia Civil para registrar um boletim de ocorrência. Segundo ele, o autor do ato de vandalismo seria um estudante universitário. 

Ele teria afirmado, em um grupo de Whatsapp, que cortou o outdoor porque “não pega fogo”.
O estudante teria se vangloriado do ato em um grupo de WhatsApp destinado a alunos da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Nas mensagens, o suspeito afirma ter usado uma faca para rasgar o outdoor, “já que não pega fogo”. Os responsáveis pela placa já identificaram o rapaz. Na conversa, o estudante chama a atenção dos outros participantes perguntando: “Boa tarde pessoal! Já viram o outdoor do Bostonaro hoje? Kkk (sic)”. Um colega elogia. “Aí sim. Que massa, mano (sic)”. O suspeito continua: “Demos umas facadinha, já que não pega fogo (sic)”, e ainda completa dizendo “Zona Antifascista”.

Segundo André Hernandes, um dos apoiadores de Bolsonaro, o grupo registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil, que deve investigar o caso. “Vamos acionar um advogado para que tome as medidas cabíveis e que esse marginal seja punido”, diz.

POLÊMICA
O outdoor dividiu opiniões por conta da frase publicada: “Três Lagoas apoia Jair Bolsonaro”. Algumas pessoas não se sentiram representadas pela publicidade. Outra polêmica foi a possível propaganda antecipada. Para o advogado Jefferson Santana, este tipo de anúncio não caracteriza propaganda eleitoral, mas as regras para outdoors são específicas. 

“É permitido exaltar um candidato, sua qualidades. Mas uma resolução do Tribunal Superior eleitoral regulamenta a propaganda em outdoor, ela é vedada antes de 15 de agosto”, afirma. Para o vereador Adriano César Rodrigues (PSC), não há irregularidade. “O partido não se preocupa porque esse tipo de ação já foi feita em outros municípios. A Justiça já deu parecer favorável em outras situações”, defende.

Deixe seu Comentário