Rádios On-line
TRÁFICO

PM prende mulher transexual por tráfico e põe fim em "disk-drogas"

Com a autora foi encontrado 12 porções de crack além de ligações pedindo drogas

17 JUN 2021 - 07h:56Por Alfredo Neto

Uma mulher transexual de 25 anos foi presa em flagrante por tráfico de drogas ao realizar “disk-drogas” na noite desta quarta-feira (16) na rua Darcy Pio, esquina com a rua Das Marias no bairro Parque São Carlos, região Sul de Três Lagoas.

Por volta das 21:30 desta quarta-feira a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima no telefone 190, sobre a comercialização de drogas em uma esquina na rua Das Marias, com Darcy Pio, no bairro São Carlos.

A pessoa que denunciou o tráfico relatou que uma mulher em uma moto Honda Bis branca, toda noite deixava uma porção de drogas na base de uma placa de pare e se retirava do local, em seguida um homem pegava a droga e deixava o dinheiro, que era coletado pela mulher posteriormente.

Após chegarem no local os militares verificaram que havia uma sacola com algo dentro e optaram por realizar uma campana para abordar quem iria buscar o entorpecente. Após alguns minutos esperando os militares observaram uma mulher em uma Honda Bis branca encostar e pegar a sacolinha, ao tentar sair do local levando a droga os militares interceptaram a pessoa e deram “voz de parada”.

Ao perceber que a Polícia Militar havia flagrado a pessoa pegar a droga a mulher jogou a droga no chão e passou a gritar “Eu não sou traficante, eu não sou traficante eu sei quem vende”. Durante checagem os militares constataram que a pessoa abordada era uma transexual de 25 anos.

Durante revista pessoal pelas roupas da mulher transexual os militares encontraram no interior da cueca R$97,00 oriundos da venda de entorpecentes. Após o flagrante os militares foram até a casa da autora onde tiveram a entrada na residência para uma busca liberada pelo avô da autora que é proprietário da casa, no local os policiais não encontraram nada de ilícito.

A Polícia Militar recebeu informações que a transexual fazia o serviço de “disk-drogas” no local, durante toda ação no local do flagrante e durante o registro da ocorrência na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) o celular da autora não parava de receber ligações e mensagens de pessoas pedindo drogas, o celular também foi apreendido como prova que a autora realizava o crime de “disk-drogas” na região sul. Após prestar depoimento na Depec a autora recebeu voz de prisão em flagrante e foi levada para o PSM (Presídio de Segurança Média).

Deixe seu Comentário