Rádios On-line
9248
FAKE NEWS!

Polícia Civil analisa vídeo de execução que roda em aplicativo

Gravação de assassinato a facadas indica que vítima seria Érica Rodrigues Ribeiro

12 NOV 2019 - 16h:30Por Valdecir Cremon

A Polícia Civil de Três Lagoas concluiu que não é Érica Rodrigues Ribeiro uma mulher assassinada a facadas, que teve a morte gravada em vídeo que circula em um aplicativo de celular, com legenda de "Cascalheira Três Lagoas". A investigação faz parte do inquérito que apurou o assassinato que teria sido determinado por uma facção criminosa, dia 3 de setembro. 

No vídeo, a vítima é mantida deitada, enquanto é atingida por dezenas de golpes de faca, aparentemente por duas mulheres que usam luvas. Uma delas usa uma faca de serra, geralmente utilizada para corte de pães e bolos.

O delegado Roberto Guimarães, que chefia a investigação do caso, disse que a análise concluiu se tratar de outra vítima. "A moça [do vídeo] vestia short cor-de-rosa, e a Érica usava uma bermuda jeans no dia em que foi morta", observou. O delegado disse desconhecer quem é a vítima da gravação e de onde teria partido a divulgação das imagens.  

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13