Rádios On-line
8992
SEM RISCO

Polícia Civil descarta risco de ataque a escola por alunos

Estudantes que trocaram bilhete com ameaça dizem que tudo era "brincadeira"

19 SET 2019 - 14h:14Por Valdecir Cremon

Tudo não passou de uma brincadeira. Essa é a conclusão da Polícia Civil sobre um suposto ataque teria sido planejado por dois estudantes de uma escola estadual de Três Lagoas para esta sexta-feira, dia 20, com ameaça de morte a 32 pessoas, entre alunos e professores. Os estudantes que teriam trocado bilhetes com a ameaça afirmaram terem feito apenas uma "brincadeira".

O delegado Gabriel Sales, responsável pela investigação iniciada nesta segunda-feira, disse que os estudantes não teriam "poder de fogo" para um ataque. Ele participou de coletiva realizada na tarde desta quinta-feira.

O caso começou com a localização do bilhete por zeladoras da escola e com a apreensão de cadernos de dois alunos por policiais militares. Eles teriam, ainda, colado imagens de homens armados e desenhado logomarcas de um grupo nazista e de uma facção criminosa junto à data de 25 de setembro. Também teriam feito referência a ataques a escolas ocorridos em Suzano (SP), em 2017, e em Columbine (EUA), em 1999.

A divulgação da suposta ameaça por redes sociais gerou medo entre estudantes da escola, que faltaram às aulas desta quinta-feira.

O delegado regional da Polícia Civil, Rogério Makert, disse que os alunos responsáveis pela ameaça passarão por medidas socioeducativas. Os pais deles devem responder a inquérito. Para o tenente-coronel Ênio de Souza, os estudantes "não tinham noção do que faziam".

A direção da escola não se pronunciou sobre o assunto por orientação da Secretaria estadual de Educação. (Com informações do repórter Marcelo Marcos)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13