Rádios On-line
NOVO OESTE

Polícia identifica suspeito de atirar em casal e crime pode ser 'acerto de contas'

Mulher levou dois tiros de raspão e namorado atingido por dois, em apartamento, em Três Lagoas

25 SET 2018 - 07h:43Por Kelly Martins

A Polícia Civil identificou um dos suspeitos envolvidos na tentativa de homicídio contra um casal, no Residencial Novo Oeste, em Três Lagoas. O jovem, de 20 anos, e a namorada, de 27, foram atingidos por tiros dentro do próprio apartamento após o homem invadir o local e efetuar seis disparos, na madrugada de segunda-feira (24). A investigação não descarta a possibilidade de que o crime tenha sido motivado por acerto de contas.

Segundo o delegado Rogério Guimarães, da 3ª Delegacia da Polícia Civil, o rapaz baleado e o suspeito têm diversas passagens criminais, por isso, trabalha com a hipótese de acerto de contas no caso. Para não comprometer as investigações, o delegado preferiu não fornecer mais detalhes sobre o suposto atirador.

Na tarde desta segunda, a equipe policial realizou rondas, buscas pelo suspeito. Até o momento ninguém foi preso. De acordo com depoimento de testemunhas, uma segunda pessoa também estaria envolvida na tentativa de homicídio e esteve no apartamento do casal junto com o comparsa.

“Alguns moradores nos relataram que a dupla chegou até o local em uma moto e os dois subiram até lá [apartamento]. Mas ainda não temos informações precisas sobre essa segunda pessoa. Identificamos apenas uma”, declarou em entrevista ao JPNEWS.

A mãe da vítima contou ainda que o filho teria sido ameaçado por um amigo, na tarde de domingo (23).

Entenda o caso

O casal estava caído no chão da sala quando foi socorrido por outros moradores. A tentativa de homicídio ocorreu por volta das 2h.

A jovem teria levado dois tiros de raspão nas pernas e, o homem, dois nos glúteos e um de raspão no braço, conforme boletim de ocorrência. O casal foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Auxiliadora. Na manhã de segunda (24), liberados.

Deixe seu Comentário