Rádios On-line
Caminhão de Prêmios Urna Interna
INVESTIGAÇÃO

Policiais sob investigação do Gaeco continuam trabalhando em Três Lagoas

Operação Oiketicus foi deflagrada em Três Lagoas e outras 15 cidades do Estado

21 MAI 2018 - 10h:00Por André Barbosa

Mesmo sob investigação, dois policiais que integram o 2º Batalhão de Polícia Militar de Três Lagoas - suspeitos de envolvimento em um esquema de corrupção para facilitar o contrabando de cigarros - continuam trabalhando na cidade. Eles são alvos da Operação Oiketicus, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) e a Corregedoria da PM na quarta-feira (16), e tiveram mandados de busca e apreensão cumpridos em suas residências.  

"É um processo investigatório ainda. Não podemos realizar nenhum afastamento em Três Lagoas. Ainda não há como dizer se são culpados ou não. Somente ao final do processo é que será apontado a responsabilidade de cada um", disse o major, Ênio de Souza, comandante do 2ª BPM. 

De acordo com o comandante, ao todo, 20 mandados de prisão preventiva, um de prisão temporária e 45 de busca e apreensão foram expedidos pelo Juízo da Auditoria Militar, em 16 municípios, entre eles, Três Lagoas e Brasilândia. As outras cidades são Campo Grande, Dourados, Jardim, Bela Vista, Bonito, Naviraí, Maracaju, Mundo Novo, Nova Andradina, Boqueirão, Japorã, Guia Lopes, Ponta Porã e Corumbá.

O comandante disse ainda, que nenhuma mercadoria foi apreendida nas casas dos policiais. “Nós cumprimos os mandados de busca em uma casa aqui na cidade e outro em Brasilândia. Não encontramos cigarros ou alguma mercadoria".

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13