Rádios On-line
TRêS LAGOAS

Pontos de ônibus terão coberturas e bancos

Em muitos locais não existe identificação, passageiros não sabem onde ficam os pontos e aguardam ônibus expostos ao tempo

24 FEV 2018 - 07h:30Por Ana Cristina Santos

O Departamento de Trânsito de Três Lagoas vai comprar 30 coberturas, com bancos, para instalar nos principais pontos de ônibus da cidade. Também vai identificar os demais, que terão estrutura substituída.
De acordo com o diretor da pasta, Flávio Thomé, o pedido de compra foi encaminhado ao Setor de Licitações da prefeitura e, em três meses, os pontos devem receber cobertura e bancos, e os demais sinalizados. Em muitos locais de parada de ônibus não existe sinalização, o que dificulta a identificação por passageiros.

Ainda de acordo com o diretor, haverão readequações nas linhas atuais de ônibus e novas serão criadas, como é o caso de uma para o bairro Montanini, onde não há transporte coletivo, no prazo de 20 dias, segundo Thomé.

O transporte público em Três Lagoas sempre foi alvo de reclamações de usuários  por falta de informações sobre horários, itinerário, localização de pontos e da demora entre linhas.

Uma pesquisa de opinião pública realizada no final de 2016 por um grupo de empresas, que elaboraram o Plano Três Lagoas Sustentável - um estudo, um diagnóstico completo da cidade - revelou que apenas 4% da população utiliza ônibus em Três Lagoas. A maioria, 38%, usa o carro com mais frequência; 23% usam bicicleta e 15%, moto.

Segundo Flávio Thomé, Três Lagoas possui “característica do fretamento”. Muitas empresas, ao invés de disponibilizarem passes para o transporte coletivo, fretam ônibus para carregar trabalhadores. “Isso diminui o número de passageiros no transporte coletivo e enfraquece o sistema. Se tivéssemos uma adesão maior por parte das empresas do Distrito Industrial e do comércio, poderíamos aumentar o número de linhas e melhorar ainda mais o sistema”, destacou.

Ainda de acordo com o diretor, o departamento atualmente analisa, com a Secretaria de Educação, qual a demanda por passe escolar para, então, promover uma reformulação das linhas de transporte. 

MUDANÇA
De acordo com o diretor, a partir do próximo mês, diversas ruas localizadas no centro da cidade e nas proximidades da Lagoa Maior terão mão única de direção devido à grande concentração e fluxo de veículos durante vários períodos do dia, especialmente pela manhã e no final da tarde.

Em um trecho de 300 metros da avenida Aldair Rosa Oliveira, entre as ruas Monir Thomé e Paranaíba, o sentido permitido será em direção ao cemitério. Os motoristas que fizerem o caminho inverso deverão acessar a rua Alexandre Costa - que também ganha um trecho de mão única -,  via rua Paranaíba. 
O diretor de Trânsito descartou, nesse momento, transformar toda a avenida da circular da Lagoa em mão única.

Outra rua que terá sentido único é a Elmano Soares, no trecho da avenida Capitão Olinto Mancini e a rua Zuleide Peres Tabox.

Deixe seu Comentário