Rádios On-line
QUEDA

Preço da cesta básica cai 4,9% em Três Lagoas

Preço médio da cesta, em março, era R$ 348,13, em abril, caiu para R$ 330,98

9 ABR 2016 - 09h:49Por Ana Cristina Santos

O valor da cesta básica, em Três Lagoas, apresentou queda de 4,9% em abril, se comparado a março, revela o levantamento do Núcleo de Pesquisas Econômicas de Três Lagoas (NPE/TL), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O preço médio da cesta, em março, era R$ 348,13, em abril, caiu para R$ 330,98.

Dentre os produtos que compõem a cesta com 13 alimentos, a maior queda registrada foi no preço do quilo do tomate, que apresentou redução de 22%. O pão francês aparece em segundo lugar, com queda de 18% neste mês, em relação a março. Outro alimento que compõe a mesa do café da manhã dos brasileiros, o leite também apresentou redução de 7%.

A banana foi o produto com maior alta em abril, comparado ao mês passado, apresentando um aumento de 18,5% no quilo da fruta. A carne aparece em segundo com aumento de 10,1% no quilo do produto.

A carne bovina é produto que mais pesa no orçamento dos três-lagoenses. De acordo com a pesquisa, 33% do valor total da cesta básica, vão apenas para a compra do produto. O pão francês vem em seguida; 16 % do valor total da cesta vão para compra do principal alimento que compõe a mesa do café da manhã.

O levantamento mostra que 41% da renda de um trabalhador que ganha um salário mínimo (R$ 880), em Três Lagoas, ficam comprometidos com a compra de produtos da cesta básica. Em relação à remuneração de quem trabalha na indústria de transformação, cuja média salarial é de R$ 2.167,47, o comprometimento da renda com a cesta básica gira em torno de 17%.

Ainda de acordo com a pesquisa, em Três Lagoas, o trabalhador gasta-se 92 horas da jornada de trabalho de 200 estipuladas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos) para aquisição da cesta básica. Em Campo Grande, por exemplo, o trabalhador gasta 103,15 horas da jornada de trabalho para o pagamento da cesta e, em São Paulo, 112,8 horas da jornada de trabalho.

O levantamento revela ainda que, no comparativo com a média nacional, Três Lagoas possui uma cesta básica no valor de R$ 345. Valores abaixo do que os auferidos em Campo Grande, onde custa R$ 387 e, em São Paulo, com o preço de R$ 443

Deixe seu Comentário