Rádios On-line
BASTIDORES DA POLÍTICA

Prefeito não deve fazer mudanças no primeiro escalão

Leia a Coluna Observatório deste sábado do Jornal do Povo

17 FEV 2018 - 07h:15Por Da redação

LUPA TOTAL
O secretário estadual de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, disse que o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) determinou aos seus secretários que adotem “lupa total” sobre gastos públicos neste ano, o último de sua gestão. Ontem, Azambuja se reuniu com o secretariado para avaliar o cumprimento de metas administrativas. 

SEM MUDANÇAS
Ao que tudo indica, o prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro (PSDB), não fará mudanças no primeiro escalão de sua gestão, pelo menos nesse semestre. O prefeito tem dito que os secretários são empenhados e têm feito um bom trabalho. 

TODO DIA
Ainda segundo o prefeito, a secretária de Educação, Maria Célia de Medeiros, bate todo o dia à porta de seu gabinete pedindo alguma coisa. Quem não chora, não mama!

EXPULSÃO
A direção estadual do PDT vai enviar, na semana que vem, ao conselho de ética do partido, o pedido de expulsão do deputado estadual George Takimoto (PDT), por ele ter votado a favor da reforma da Previdência em Mato Grosso do Sul. As lideranças alegam que havia uma posição formada da legenda contra o projeto.

FISCALIZAÇÃO
E o deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB) quer aumento na fiscalização na divisa de Três Lagoas com o Estado de São Paulo. Desde a construção de uma ponte rodoviária, em 2017, a divisa está sem ações policiais. A fiscalização tributária também está deficitária.

DECLARAÇÃO
Nos bastidores, os comentários são de que a Câmara de Três Lagoas poderia instaurar um procedimento para apurar declaração de um vereador que teria gravado um áudio com ofensa racista. Será?

CAÇA AOS VOTOS
Agora que o Carnaval já passou, começa oficialmente a temporada de caça a votos. Três Lagoas deve receber, agora, pretensos candidatos às eleições deste ano. De postulantes a uma vaga na Assembleia e Câmara, até a governador. 

DISPUTA DEFINIDA?
Na onda das eleições, o governo do Estado deve ser disputado novamente por Reinaldo Azambuja (PSDB), atual governador; André Puccinelli (MDB), ex-governador, e pelo novato ao cargo, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT). São os nomes mais conhecidos.

Deixe seu Comentário