Rádios On-line
DATERRA QUER ALUGAR MOBILE
BASTIDORES

Prefeito recebe alta hospitalar após uma semana

Leia a coluna Observatório da edição do Jornal do Povo deste sábado

27 JUN 2020 - 07h:46Por Redação

ALTA 
Depois de ficar uma semana internado no Hospital Auxiliadora de Três Lagoas fazendo tratamento contra infecção urinária, o prefeito da cidade, Ângelo Guerreiro (PSDB), recebeu alta nesta quarta-feira (24). “Estava internado no Hospital Auxiliadora tratando alguns problemas sérios que vinham me importunando há alguns meses e, por teimosia, vinha deixando de lado. Chegou um momento em que não deu pra deixar mais. Mas recebi o carinho de milhares de pessoas da minha querida Três Lagoas e de outras cidades e que me deram forças para aguentar todos esses dias trancado em um quarto de hospital”, postou Guerreiro em sua rede social.

INAUGURAÇÃO 
E nesta sexta-feira (26), o prefeito Ângelo Guerreiro realizou a entrega da readequação da Unidade Básica de Saúde do bairro Vila Alegre. Orçada em R$ 185 mil a obra é proveniente do convênio firmado através da emenda parlamentar do ex-senador Pedro Chaves.

ELEIÇÕES
Preocupados com as condições sanitárias nesse momento em que os casos de Covid-só aumentam no país, os prefeitos agendaram um encontro por videoconferência com o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, na segunda-feira (29) para tratar das eleições deste ano. O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), o prefeito de Bataguassi, Pedro Caravina, participou da reunião comandada pelo presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Glademir Aroldi. Caravina adiantou que os prefeitos devem apresentar ao presidente do TSE as dificuldades de realizar eleições municipais neste ano.

CALAMIDADE
Na sessão realizada remotamente nesta semana, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, os deputados aprovaram seis projetos de decretos legislativos, reconhecendo o estado de calamidade pública nos municípios de Caarapó, Aparecida do Taboado, Rio Verde de Mato Grosso, Iguatemi, Eldorado e Anaurilândia. A Assembleia já havia aprovado calamidade pública em outros municípios. Três Lagoas, por enquanto, segue sem decreto de calamidade pública.

ADIAMENTO
A Prefeitura de Três Lagoas deve seguir o governo estadual e manter as aulas presenciais suspensas por mais 30 dias.

Deixe seu Comentário

SEMANA NACIONAL DO TRANSITO BANNER INTERNA

TVC Canal 13