Rádios On-line

Prefeitos do Bolsão cobram mais presença do governo

Em reunião com a governadora em exercício, prefeitos pedem apoio ao desenvolvimento

6 FEV 2013 - 08h:46Por Arthur Freire/JP

Os prefeitos de Santa Rita do Pardo, Cacildo Dagno Pereira (PRP), de Brasilândia, Jorge Diogo (PT), e de Aparecida do Taboado, Robinho Samara Almeida (PR), cobraram ontem, durante a visita da governadora em exercício, Simone Tebet, mais presença do governo na região. 

Pela manhã o governo anunciou, por meio da assessoria de comunicação, que Simone se reuniria também com os prefeitos Silas José da Silva (PSDB), de Água Clara; Antônio Ângelo Garcia dos Santos (DEM), de Inocência; Pedro Arlei Caravina (PSDB), de Bataguassu, e Jaime Soares Ferreira (PMN), de Selvíria. 

Mas a imprensa não teve acesso à sala onde teria ocorrido a reunião, na Prefeitura. A assessoria do governo também não confirmou se os prefeitos compareceram. Apenas Cacildo Pereira, Jorge Diogo e Robinho Samara foram vistos durante o lançamento do Instituto da Biomassa, segundo compromisso da agenda da governadora em exercício ontem em Três Lagoas, depois da visita à Siderúrgica de Três Lagoas, onde a imprensa também foi barrada. 

BRASILÂNDIA
O prefeito de Brasilândia, Jorge Diogo, disse que pediu a Simone apoio às ações de desenvolvimento econômico de sua cidade. A seu ver, para desenvolver a economia do município, são necessárias obras de infraestrutura viária. 

O prefeito mostrou-se preocupado com a intensidade do tráfego na BR-158, que aumentou com a instalação da fábrica de celulose da Fibria e de papel da International Paper e, agora, com a fábrica de fertilizantes da Petrobras. As indústrias estão no meio do caminho entre Três Lagoas e Brasilândia.

As principais reivindicações de Brasilândia apresentadas à governadora em exercício são a pavimentação da MS-395 até o distrito Debrasa, construção do anel rodoviário e pavimentação da MS-040.

SANTA RITA DO PARDO
O prefeito Dagno Pereira disse que não levaria reivindicações à governadora em exercício, embora pudesse participar da reunião. Segundo ele, seu compromisso era com o presidente da Fiems, Sérgio Longen, com quem trataria da instalação de uma biblioteca e cursos do Senai em Santa Rita do Pardo. 

O prefeito de Santa Rita do Pardo disse que já recolocou a Prefeitura nos trilhos, apesar da herança administrativa – dívidas e parque rodoviário sucateado -, e diz que não quer falar do passado e trabalhar para recuperar a cidade. Observou, no entanto, que vai continuar batendo na mesma tecla, para conscientizar todos os políticos, de que o seu município não se desenvolverá enquanto não houver a federalização e a pavimentação da MS-040. 

APARECIDA DO TABOADO
O prefeito Robinho Samara Almeida disse que iria pedir à governadora em exercício apoio para as obras de infraestrutura e recuperação da rede de saúde. Segundo ele, a Prefeitura de Aparecida do Taboado terá dificuldades de normalizar a ações de saúde em curto e médio prazos, pois os veículos estão sem condições de uso e as obras recém-inauguradas apresentam problemas estruturais. Além disso, os prédios antigos estão fora dos padrões exigidos. Robinho disse que já há parcerias encaminhadas com o governo e considera importante a presença do governo com projetos estruturantes.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13