Rádios On-line
Caminhão de Prêmios Urna Interna
TRêS LAGOAS

Prefeitura corta gratificações e servidor terá bônus por desempenho

Avaliação será feita pela administração municipal de Três Lagoas para analisar quais servidores merecem essa bonificação

11 FEV 2017 - 09h:50Por Ana Cristina Santos

A Prefeitura de Três Lagoas cortou as gratificações dos servidores comissionados e contratados da administração municipal. A medida afeta mais de 400 funcionários. Dos aproximadamente, 3,8  mil servidores que trabalham na prefeitura, aproximadamente 900 são comissionados. Desses, a medida afeta os funcionários que ganham acima de R$ 1,2 mil. Os que ganham até esse valor, segundo o presidente do Sindicato dos Servidores, Antônio Carlos Modesto, vão receber até 10% da gratificação sobre o salário.

Segundo o secretário municipal de Administração, Gilmar Tabone, as gratificações eram concedidas por indicações. Atualmente, de acordo com ele, não existe uma estrutura para avaliar o desempenho dos servidores e definir os critérios de quem tem direito. A reportagem apurou que, a administração atual constatou vários servidores apadrinhados e que recebiam gratificações exorbitantes, enquanto outros que realmente mereciam a bonificação, não recebiam.

“Queremos fazer um trabalho de meritocracia para verificar se o funcionário tem competência e desempenha um trabalho a contento para receber essa gratificação. Observamos que a gratificação era dada para um e não era concedida para outro, por isso retiramos algumas”, comentou.

Para ter direito a bonificação, Tabone explicou que, além das indicações dos superiores dos funcionários que vão avaliar o desempenho no dia a dia, a administração municipal vai medir as atividades realizadas. “Vamos verificar se o funcionário efetua o trabalho de forma satisfatória para a prefeitura. Não se trata de punição, a intenção é avaliar a questão do mérito mesmo”, acrescentou.

O secretário disse que não é possível precisar quando as bonificações serão concedidas novamente e se todos os funcionários que recebiam vão continuar tendo direito ao benefício. “Estamos avaliando caso a caso. Têm pessoas que não tem um desempenho satisfatório, outras sim. Pode ser que alguns funcionários tenham o retorno das gratificações, vai depender da avaliação que vamos fazer e do desempenho de cada um. Não podemos precisar se isso vai acontecer amanhã, ou daqui seis meses. Ainda estamos em fase de diagnosticar todo o trabalho da prefeitura e ainda não conhecemos o trabalho de todos os funcionários”, adiantou.  

Segundo Modesto, os servidores efetivos não recebem gratificações, já que os salários estão previstos no Plano de Cargos e Carreiras. “A questão de gratificação é de livre autonomia da prefeitura, o sindicato não pode interferir, mas entendo que é natural conceder para quem realmente mereça”,  disse. 

FOLHA

Durante abertura dos trabalhos do Legislativo, no início da semana, o prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB) disse que a folha de pagamento dos servidores está na casa de 57% do total da arrecadação. A Lei de Responsabilidade Fiscal não permite que ultrapasse 60% do teto. Segundo o prefeito, 50% dos servidores são da Educação.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13