Rádios On-line
Caminhão de Prêmios Urna Interna
ENTREVISTA

Presidente estadual do PDT diz que PSDB e MDB ‘vão morrer afogados’

João Schimidt faz avaliações de pré-candidatos adversários ao juiz federal aposentado Odilon de Oliveira nas eleições de outubro

25 MAR 2018 - 07h:00Por Lucas Mamédio

O PDT trabalha para emplacar o nome do juiz federal aposentado Odilon de Oliveira como candidato ao governo de Mato Grosso do Sul nas eleições de outubro deste ano. João Leite Schimidt, presidente do partido em MS, foi o articulador da filiação dele e é um dos maiores entusiastas de sua campanha. Para isso, não economiza críticas e alfinetadas em seus principais adversários, centralizando avaliações exatamente sobre partidos dos principais adversários de Odilon de Oliveira nas urnas. 

Jornal do Povo: Como o senhor avalia a eleição deste ano para o governo?
João Leite Schimidt - Nem difícil nem fácil. Cada eleição tem sua circunstância, seu momento.

JP - Há comentários, inclusive do governador Reinaldo Azambuja, de uma possível aliança entre MDB e PSDB. É possível?
Schimidt - É o abraço dos afogados. Eles não vão se dividir. A elite política daqui (MS) não vai se dividir, isso tudo é uma enganação. Eles têm um ponto comum que é dominar o Governo, sai um entra o outro. Eles vão se unir e vão perder, porque o povo tem consciência de que esse pessoal não pode ficar. É apenas uma trica de comando, os interesses são os mesmos. 

JP - E como dar substância ao “novo” que o PDT defende?
Schimidt - O doutor Odilon é o novo na política, mas ele foi magistrado por 30 anos. Exerceu várias funções, procurador, juiz estadual e tudo por concurso público sendo um homem pobre. Ele vem combatendo a corrupção e o crime organizado durante todo seu período na magistratura. 

JP - Num governo de Odilon, como seriam as negociações de cargos?
Schimidt - Na política não falamos em negociação, falamos em conversar (risos). Hoje não é como “ontem”. Assembleia e Tribunal de Contas são quase independentes, não precisam do Executivo. Hoje em dia as exigências são mais para nomeação, temos que tentar, devagar, mudar isso.

JP- E como estão as alianças do PDT?
Schimidt - Essa questão de alianças passa por mim. Não adianta o Dagoberto [Nogueira] conversar,o Odilon conversar. Eu decido, eu faço aliança com partido político não com pessoas. É preciso que traga partido e nós vamos conversar. 

JP - Em relação aos adversários do PDT, como será formada a chapa da campanha de Odilon?
Schimidt - O acessório sempre segue o principal. Nesse caso o principal é o governo e o acessório (MDB) está louco para entrar. Só está esperando os agrados.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13