Rádios On-line
Caminhão de Prêmios Urna Interna
CONTRATO

Preso em Três Lagoas custa R$ 355 por mês com refeição

Governo de MS contratou empresa por R$ 3,4 milhões para fornecer três refeições diárias para detentos

7 FEV 2018 - 08h:27Por Kelly Martins

O governo de Mato Grosso do Sul, por intermédio da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), contratou uma empresa que vai fornecer alimento para duas unidades prisionais de Três Lagoas pelo valor R$ 3.450.192,00 (três milhões e quatrocentos e cinquenta mil e cento e noventa e dois reais). Serão atendidos 800 presos ao total, o que equivale ao gasto médio de R$ 355 por mês com cada um deles.

Isso porque o contrato tem validade de 12 meses e a empresa será responsável por fornecer três refeições diárias. Entre os itens para o café da manhã estão café com açúcar, bolacha de sal, leite, pão francês com margarina. O almoço deve ter arroz, feijão carioquinha ou preto, farinha, carne vermelha ou ovo, legumes. O jantar segue os mesmos moldes do almoço.

Pelo valor serão 2,4 mil refeições por dia e cada diária foi orçada em R$ 11,55, conforme o contrato. Os presos beneficiados serão os que cumprem pena na Penitenciária de Segurança Média , que  abriga 626 reeducandos e possui capacidade apenas para 285.

Também os presos do regime semiaberto e que cumprem pena na Colônia Penal Industrial “Paracelso de Lima Vieira Jesus”. O contrato foi assinado entre o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, e o representante da empresa.

Horta
Vale ressaltar que uma horta hidropônica foi instalada há dois anos na Penitenciária de Segurança Média. Administrada pelos próprios presos, a horta tem capacidade para produzir até 2.700 pés de verduras, que são consumidas na própria unidade prisional e doadas para instituições.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13