Rádios On-line
AJUDA

Procurar apoio em caso de sofrimento pela pandemia é recomendação de psicólogos

O aumento na busca por ajuda, seja nos consultórios, ou pelas plataformas virtuais tem sido observados entre os especialistas

16 ABR 2021 - 17h:45Por Daiana Oliveira

Com a piora da situação desde que a pandemia começou, expressos no aumento de novos casos e óbitos, a procura pelos serviços de auxílio psicológico também aumentou. Esta busca maior por ajuda, seja nos consultórios, ou pelas plataformas virtuais tem sido observado entre os especialistas que, esclarecem a importância em procurar para quem estiver necessitando.

O psicólogo Diego Molina de Três Lagoas, explana a necessidade da busca por ajuda, atentando para os riscos futuros, se não houver tratamento específico.

“É extremamente importante a pessoa buscar apoio, buscar auxílio profissional neste momento em que os sentimentos de dor, angústia, medo estão aflorados, pois se não foram tratados eles retornam como sintomas e podem ser severos”, explica.

A psicóloga Anatiele de Souza, também de Três Lagoas, fala da importância em zelar pela saúde mental neste período. “É muito importante que as pessoas extravasem sua dor através das conversas, buscando apoio com amigos e familiares. Nunca é tarde para buscar ajuda profissional se o sofrimento estiver muito grande", pontua Anatiele.

Segundo os psicólogos, deixar de falar sobre o assunto, esconder ou não aceitar a necessidade por medo cultural em fazer terapia ou dificuldade em se abrir é uma além de uma opção perigosa é dificulta o processo de enfretamento contínuo.

“Tem pacientes que afirmam estarem lidando melhor com o isolamento social, com o enfrentamento e desafios variados diante da situação, o que é determinante, visto que não há previsão de acabar.”, pontua Diego, ao analisar histórico de pacientes que já trataram trauma causados pela pandemia Covid-19 e tem atravessado melhor o período. 

"Sempre há uma melhor maneira de lidar com toda esta dor que ultimamente as pessoas estão vivendo”, ressalta a psicóloga Anatiele.

 

Deixe seu Comentário