Definir Três Lagoas como sua cidade padrão?

Sim Não
Rádios On-line
8471
Prefeitura Animais Peçonhentos
ANEL VIÁRIO

Produtores rurais temem desapropriação pelo Dnit

Área a ser desapropriada, demarcada no ano passado, corresponde a mais de 10 lotes

16 SET 2017 - 14h:00Por André Barbosa

O engenheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT), Milton Rocha Marinho, informou que  será solicitada a desapropriação de parte do loteamento do Cinturão Verde, em Três Lagoas. Na áreas terá início as obras do anel rodoviário, orçado em R$ 50 milhões. A desapropriação deverá ser decretada pelo presidente da República, Michel Temer, em meados de fevereiro de 2018. A área a ser desapropriada, demarcada no ano passado, corresponde a mais de 10 lotes. Destes, apenas dois estão em franca produção. Os demais são considerados ociosos, de acordo com um levantamento prévio da Secretaria de Municipal de Meio Ambiente e Agronegócios. 

Um dos agricultores, Claudio Dias, que terá a área que cultiva hortaliças ocupoada pela obra em 70 metros, disse que tem o futuro incerto. “A Prefeitura deve nos colocar em outra área, aqui mesmo, dentro do Cinturão. É o que esperamos. O inconveniente será de recomeçar tudo de novo, quando tirarem a gente daqui. Estamos preocupados e será uma pena perder o que estiver plantado, caso não esteja no tempo de colher”, disse. 

Ainda de acordo com o Dnit, as obras do anel atingirão ‘faixa de domínio’ da rodovia BR-262, em 70 metros de largura, próximo à rotatória do Jupiá. O órgão deve agendar nos próximos dias reunião com o prefeito Angelo Guerreiro, para tratar da questão da desapropriação de parte do Cinturão Verde. (André Barbosa)

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
6864