Definir Três Lagoas como sua cidade padrão?

Sim Não
Rádios On-line
8368
Prefeitura Semana do Trânsito
ANEL VIÁRIO

Produtores rurais temem desapropriação pelo Dnit

Área a ser desapropriada, demarcada no ano passado, corresponde a mais de 10 lotes

16 SET 2017 - 14h:00Por André Barbosa

O engenheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT), Milton Rocha Marinho, informou que  será solicitada a desapropriação de parte do loteamento do Cinturão Verde, em Três Lagoas. Na áreas terá início as obras do anel rodoviário, orçado em R$ 50 milhões. A desapropriação deverá ser decretada pelo presidente da República, Michel Temer, em meados de fevereiro de 2018. A área a ser desapropriada, demarcada no ano passado, corresponde a mais de 10 lotes. Destes, apenas dois estão em franca produção. Os demais são considerados ociosos, de acordo com um levantamento prévio da Secretaria de Municipal de Meio Ambiente e Agronegócios. 

Um dos agricultores, Claudio Dias, que terá a área que cultiva hortaliças ocupoada pela obra em 70 metros, disse que tem o futuro incerto. “A Prefeitura deve nos colocar em outra área, aqui mesmo, dentro do Cinturão. É o que esperamos. O inconveniente será de recomeçar tudo de novo, quando tirarem a gente daqui. Estamos preocupados e será uma pena perder o que estiver plantado, caso não esteja no tempo de colher”, disse. 

Ainda de acordo com o Dnit, as obras do anel atingirão ‘faixa de domínio’ da rodovia BR-262, em 70 metros de largura, próximo à rotatória do Jupiá. O órgão deve agendar nos próximos dias reunião com o prefeito Angelo Guerreiro, para tratar da questão da desapropriação de parte do Cinturão Verde. (André Barbosa)

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6651