Rádios On-line
9198
CBN AÇÃO 2019 PAULO VICENTE
ECONOMIA

Produtos de cesta básica variam em mais de 200%, aponta pesquisa

Levantamento comparou preços de 29 itens em 7 supermercados de Três Lagoas

6 NOV 2019 - 14h:00Por Tatiane Simon

As compras no supermercado estão pesando no orçamento da família três-lagoense. Uma pesquisa feito pelo Procon (Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) de Três Lagoas em sete supermercados da cidade aponta uma diferença de preço de mais de 200% entre um estabelecimento e outro. A pesquisa foi feita entre 14 e 16 de outubro e analisou preço de 29 produtos.

Os números chamam atenção. A famosa dupla no prato do brasileiro, o arroz com feijão, merece atenção do consumidor. A variação entre um mercado e outro chega a 38% no caso do arroz e mais de 290% no caso do feijão. A carne bovina também tem diferença exorbitante: 77%.

E quem não abre mão do popular cafézinho acompanhado do pão francês precisa pesquisar. O café moído é comercializado a R$ 5,76 em um estabelecimento e a R$9,99 em outro. Já o pão é vendido pelo maior valor a R$ 19,99, o quilo, e o mais barato, pela metade do preço. 

Já o sal refinado é vendido a R$ 0,89 em um supermercado e a R$ 3,35 em outro. Quase quatro vezes mais.

Consumidor atento

Quem faz as compras com todo o cuidado, comparando preços, calculando direitinho quanto vai gastar no final, precisa prestar muita atenção. A começar das prateleiras do supermercado. Porque se o preço cobrado no caixa for diferente daquele marcado nas gôndolas, quem vence essa briga é o consumidor. 

Quem confirma a informação é o advogado Bruno Matsuda Tortoza, que é coordenador do Direito do Consumidor da OAB subseção de Três Lagoas e conselheiro do Procon. "A partir do momento que a publicidade de forma clara de um produto gera uma oferta, consequentemente, nosso Código de Defesa do Consumidor obriga o fornecedor ou prestador de serviço a cumprir com essa oferta de publicidade", explica.

Assista:

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13