Rádios On-line
Caminhão de Prêmios Urna Interna
PMA

Quatro são multados em R$ 10 mil por pesca ilegal e maus-tratos a animais em Três Lagoas

Foram apreendidos 220 quilos de pescado, durante a operação Semana Santa da Polícia Militar Ambiental (PMA)

3 ABR 2018 - 07h:05Por Kelly Martins

As autuações foram registradas pela Polícia Militar Ambiental (PMA) de Três Lagoas, durante a operação Semana Santa, deflagrada entre os dias 29 de março e 1º de abril. Três pescadores foram multados em R$ 7,4 mil por comercializar pescado ilegal, inclusive, com perfurações de arpão – petrecho proibido no estado. Já outro morador foi multado por maus-tratos ao manter quatro cães dentro de um apartamento e presos em caixas.

O balanço da fiscalização no município e, em Mato Grosso do Sul, foi divulgada nesta segunda-feira (2). Já em todo o estado as multas somam mais de R$ 80 mil. De acordo com a PMA, a primeira apreensão  local ocorreu na rua Egídio Thomé, na sexta-feira (30). Em um freezer em uma barraca de feira, os policiais encontraram 150 kg de pescado, com perfurações indicando a captura com fisga (arpão – petrecho proibido). O pescador, que vendia o pescado, foi autuado administrativamente e multado. O freezer também foi apreendido.

Na mesma rua, em um freezer de outra barraca, foram apreendidos mais 50 kg de pescado, que estavam sendo comercializados, também capturados pelo mesmo tipo de petrecho ilegal. Mais 20 kg de pescado e uma caixa isotérmica foram apreendidos com outro pescador. Todos responderão por crime ambiental de comercializar produto da pesca predatória. A pena para o crime é de um a três anos de detenção. O pescado será doado a instituições filantrópicas.

Cães encontrados dentro de apartamento pela polícia. Foto: Divulgação/PMA

Outro caso foi de maus-tratos. Após denúncias de moradores do residencial Araras, no Novo Oeste, um jardineiro de 48 anos de idade, foi flagrado mantendo quatro cães confinados em caixas de transporte, em condições degradantes, durante todo o dia. Os animais faziam as necessidades fisiológicas dentro do pequeno espaço. Polícia Militar com o apoio da PM Ambiental encontraram os bichos sem alimentação e água. O jardineiro foi autuado e multado em R$ 2 mil, além de ser indiciado por maus-tratos a animais. Caso seja condenado, a pena é de três meses a um ano de detenção.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13