Rádios On-line

Reaja MS: PM faz campanha na área comercial

Objetivo é sensibilizar a população sobre a campanha para hediondos crimes cometidos contra agentes de segurança

2 FEV 2013 - 08h:44Por Arthur Freire/JP

Mais de 20 representantes de instituições ligadas à segurança pública, entre elas polícias Militar, Civil e Federal, além do Conselho Municipal de Segurança Pública, estarão na praça Senador Ramez Tebet na manhã de hoje para mobilizar a população sobre a campanha Reaja MS. A ação está prevista para iniciar às 9h.

De acordo com o major Paulo Ribeiro, do 2º Batalhão da Polícia Militar – órgão responsável pela campanha em Três Lagoas -, o objetivo é sensibilizar a população sobre a campanha Reaja, MS, que visa tornar hediondos os casos de crimes cometidos contra agentes de segurança. “Queremos coletar o maior número de assinaturas possíveis para o compor o projeto de lei que será encaminhado ao Congresso Nacional”, reforçou.

Para isto, além da unidade móvel de Polícia Comunitária, que está na praça desde o começo da semana, a PM deverá implantar outros quatro pontos de coleta de assinaturas por todo o comércio. 

“Além de tornar o crime hediondo, também queremos aumentar a penalidade máxima para este tipo de crime, de 30 para 50 anos”, reforçou o oficial, neste caso, a mobilização faz parte da campanha “Pelo Fim da Impunidade”.

A Reaja MS é uma continuação da Reaja, Brasil, lançada neste ano em resposta ao grande número de policiais e agentes de segurança mortos no ano passado, principalmente no Estado de São Paulo. Até o começo desta semana, a PM já havia coletado mais de duas mil assinaturas apenas em Três Lagoas. A meta da corporação é chegar ao total de quatro mil nomes. 

A mesma mobilização também acontecerá em Campo Grande, no Calçadão da Rua Barão. As assinaturas são para o Reaja MS e para a campanha “Pelo Fim da Impunidade”.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13