Rádios On-line
DATERRA QUER ALUGAR MOBILE
QUADRIMESTRE

Receita de Três Lagoas cresce 11% e chega a R$ 225 milhões

No primeiro quadrimestre de 2020 a arrecadação não sentiu os efeitos da pandemia da Covid

30 MAI 2020 - 10h:00Por Ana Cristina Santos

No primeiro quadrimestre deste ano a Prefeitura de Três Lagoas arrecadou R$ 225,5 milhões, o equivalente a 32% do montante previsto no orçamento de 2020, que é de R$ 700 milhões. Nesse período, houve um incremento através de créditos adicionais no valor de R$ 58 milhões, saltando a previsão orçamentária de 2020 para 758 milhões. 

Na comparação com o primeiro quadrimestre de 2019, a arrecadação cresceu 11%. No ano passado, nesse período, a prefeitura havia arrecadado R$ 206,3 milhões.

As despesas empenhadas no quadrimestre de 2020 somam R$ 350,5 milhões, o equivalente a 49,64% em relação ao total da dotação orçamentária. As despesas pagas, porém, somaram R$ 174 milhões. A arrecadação de Três Lagoas, em janeiro, somou R$ 46,7 milhões. Em fevereiro, R$ 55,4 milhões, em março, saltou para R$ 72,4 milhões, e em abril foi de R$ 50,9 milhões.

Segundo o diretor de Orçamento da Secretaria de Finanças, Reinaldo Pereira dos Anjos, o valor arrecadado em março deve-se muito ao pagamento do IPTU. Muitos pagam o imposto à vista. No primeiro quadrimestre, a arrecadação com esse imposto foi de R$ 19,8 milhões. No entanto, com o ISS foi de R$ 20,1 milhões.  A arrecadação com o ISS, mesmo nesse período de pandemia, segundo o diretor de Tributação da prefeitura, Émerson Barbosa, deve a não paralisação da produção das grandes empresas que continuaram demandando dos prestadores de serviços, que pagam o imposto.

Dos R$ 225 milhões arrecadados no primeiro quadrimestre, a maior fatia veio de repasse do governo estadual, R$ 82,4 milhões, depois da própria arrecadação da prefeitura, R$ 72,5 milhões, e por último de transferência da União, no valor de R$ 70,5 milhões.

No primeiro quadrimestre a despesas com pessoal somou R$ 282,8 milhões, o equivalente a 47,22% do orçamento. O limite máximo permitido para se gastar com a folha de pagamento é de 54%. Para a Câmara, de duodécimo foram repassados nesse período, R$ 8,4 milhões.

A saúde foi o setor que mais recebeu recurso nesse período, foram R$ 38,5 milhões – R$ 14,8 milhões a mais do que o valor constitucional.  Na educação, os recursos aplicados no primeiro quadrimestre somaram R$ 34,3 milhões - R$ 4,9 milhões a menos do que o valor constitucional previsto de R$ 39,3 milhões. Segundo o diretor de Finanças, isso é reflexo da pandemia que impossibilitou aulas presenciais, e consequentemente reduziu os gastos com merendas, entre outras atividades. Reinaldo disse que o município tem até o final do ano para aplicar esse valor destinado para educação.

O município arrecadou também R$ 7,6milhões para ações de combate à Covid-19. Desse total, aplicou R$ 7,2 milhões. Os dados da arrecadação e despesas do primeiro quadrimestre foram apresentados pela prefeitura nesta semana.

ORÇAMENTO 2021

Além da prestação de contas, a prefeitura também apresentou a Lei de Diretrizes Orçamentária para 2021 que prevê arrecadação de R$ 706,9 milhões

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13