Rádios On-line

Reduz o número de acidentes de trânsito em Três Lagoas

Porém, nos meses de janeiro e fevereiro, em um dos acidentes registrados houve uma morte

26 MAR 2013 - 08h:35Por Arthur Freire/JP

Cai em 36,8% o número de acidentes neste primeiro bimestre de 2013 no perímetro urbano de Três Lagoas. No total, foram registradas 253 colisões, contra 350, no mesmo período de 2012. Os dados foram divulgados pelo Pelotão de Trânsito do 2º Batalhão da Polícia Militar (2º BPM).

No primeiro bimestre deste ano, dos 253 acidentes de trânsito, 130 são colisões com vítima, um acidente com morte, e o restante, 122, sem vítimas. Já no ano passado, dos 350 acidentes, 145 deles tiveram vítimas, 205 não foram com vítimas e não houve no primeiro bimestre nenhuma morte.

Segundo informações do departamento de Trânsito do 2º BPM, em 2013, os condutores de motocicletas são os que mais se envolveram em acidentes, ou seja, 114, já os motoristas de automóveis envolvidos em colisões são 93. Dos motoristas envolvidos em acidentes, cerca de 8% não eram habilitados, e, aproximadamente, 5% estavam sob o efeito de álcool.

Entretanto, em 2012, percebemos uma inversão nos veículos envolvidos em colisões, ou seja, os automóveis lideraram o ranking com 314 registros e as motos, 174. Nesse caso, entre 10 e 12% dos condutores não eram habilitados e cerca de 7% haviam ingerido bebida alcoólica. Os números deste mês ainda não foram computados pelo Pelotão de Trânsito.

Porém, tanto em 2012 quanto neste ano, de acordo com dados da PM, os principais motivos dos acidentes são excesso de velocidade e falta de atenção. 
Para o major Élcio de Almeida, a queda no percentual de acidentes de trânsito e também a redução nas taxas de condutores não habilitados e de dirigir sob efeito de álcool é em função da intensificação no número de blitzes. Atualmente, os policiais estão fazendo até três mobilizações por dia em pontos diferentes da cidade. O major ainda explicou que o foco principal das operações é o motorista não habilitado. 

ACIDENTE FATAL
O motociclista Adilson Barbosa de Oliveira, 26, morreu após se envolver em um acidente de trânsito na BR 158, Km 269, próximo à empresa Cortex, por volta das 17h30 na última sexta-feira.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o motociclista trabalhava na Eldorado Brasil e morava em Castilho e no momento do acidente ele estava indo para sua residência. Entretanto, no Km 269, colidiu frontalmente com o veículo GM Chevrolet D20, dirigido por Afonso Frias. A vítima morreu no local. Já o motorista da caminhonete, de acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, passou por teste de alcoolemia, que comprovou que ele não estava embriagado. O motivo do acidente será apurado pela Polícia Civil, que aguarda o laudo da perícia.

De acordo com o inspetor Luís Carlos Gratão da 8º Delegacia da Polícia Rodoviária Federal de Três Lagoas, esta foi a quarta morte registrada das rodovias federais que pertencem a este órgão. Entretanto, Gratão adverte para os motoristas não exceder a velocidade, não ultrapassar em local proibido e também não ingerir bebida alcoólica antes de dirigir. 

Com este caso, aumentou para três o número de mortos em acidentes de trânsito em Três Lagoas, apenas neste mês. Os dois últimos casos foram registrados no mesmo dia. No primeiro deles, um homem de 31 anos, morreu após bater em uma árvore, na avenida Rosário Congro, por volta das 12h30, no último dia 8. O segundo aconteceu por volta das 16h20, quando um homem de 49 anos morreu ao colidir sua moto com um ônibus, no bairro Jardim das Palmeiras, em Três Lagoas.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13